quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011 00:00h

Cuca pede atacante, mas quer que torcedor apoie os que estão no clube

Treinador dá moral para o argentino Farías e também para Wellington Paulista
Por Fernando Martins Y Miguel
Belo Horizonte

Que o Cruzeiro procura um atacante para ser o camisa 9 em 2011 não é novidade. Mas, apesar de pedir a contratação de um novo matador, o treinador pede que a torcida confie em Wellington Paulista e Ernesto Farías.

O técnico da Raposa lembrou que a dupla teve papel importante na conquista do vice-campeonato no ano passado.

- Me sinto em condições de pedir ao torcedor para que ele deposite confiança no Farías e no Wellington Paulista, porque eles foram vice-campeões brasileiros. Temos que ter a confiança nesses jogadores. A responsabilidade deles é grande, mas quanto mais cobrança existir, pior. O torcedor tem que acreditar que eles vão dar conta do recado. O trabalho aqui nós vamos fazer. O meu trabalho é dar confiança e credibilidade a eles, para que eles estejam confiantes nos jogos – declarou Cuca.

As dificuldades de se encontrar um bom atacante nesse período de transferência também foi um argumento utilizado pelo comandante celeste.

- Temos dois grandes jogadores nesta posição e, primeiro, temos que dar valor a eles. Neste momento, é a mesma coisa que você alugar uma casa de praia em dezembro, é tudo caro. Este é um momento crítico, jogadores que terminaram bem o ano pedem muito, fora da realidade, e isso pode comprometer todo um orçamento depois. Fizemos três ou quatro tentativas, temos que ter paciência, encaixar o jogador certo dentro da nossa real condição também – concluiu.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.