quinta-feira, 22 de Maio de 2014 07:02h

Dátolo pode ser a surpresa no time do Galo

Em ascensão no Campeonato Brasileiro após as vitórias contra Cruzeiro e Santos, o Atlético quer ampliar sua sequência de bons resultados nas próximas quatro rodadas para chegar à parada da Copa do Mundo entre os ponteiros.

O primeiro desafio será nesta quinta-feira, quando o time de Levir Culpi encara o Vitória, em Feira de Santana. Na sequência, o Galo enfrenta Criciúma, Fluminense – os dois jogos no Ipatingão – e São Paulo, no Morumbi.

Apesar do objetivo bem definido, jogadores e comissão técnica evitam traçar uma meta de pontos neste período. Para o meio-campista, Dátolo, o mais importante neste momento de recuperação do time é focar sempre na próxima partida. “Não temos uma meta. O importante é cada jogo, não podemos pensar daqui a dois meses. Primeiro temos que pensar na partida contra o Vitória, que vai ser muito difícil, um campo muito complicado. Não estamos pensando no futuro, e sim jogo a jogo”, argumentou.
O argentino, aliás, está eufórico com o provável retorno ao time titular. Ele treinou na vaga de Rosinei nessa terça e deve formar o meio-campo com Pierre, Leandro Donizete e Marion. “Eu tento demonstrar que quero jogar no time titular. Para isso, tenho que me forçar nos treinamentos e cada vez que o treinador me colocar em campo mostrar que quero jogar.”
Dátolo ganhou pontos com Levir Culpi após a partida contra o Santos. Naquela oportunidade, ele entrou em campo no segundo tempo, na vaga de Fernandinho, e teve papel importante na virada atleticana. “Acho que cada jogador que está no banco de reservas tem que ser consciente de que precisa fazer o melhor, ou tentar fazer o dobro do melhor para conquistar uma vitória, para dar uma alegria. Isso é importante. Entrar com a mentalidade ganhadora, entrar para mostrar meu futebol e pensar sempre assim”, disse o argentino.
O goleiro, Giovanni, já mostrou em outras oportunidades que está sempre alerta e pronto para substituir o companheiro Victor à altura. E, desta vez, diante da ida de Victor para a disputa da Copa do Mundo com a Seleção Brasileira, serão quatro jogos em que Giovanni terá a oportunidade de mostrar, mais uma vez, o seu trabalho.
A começar pela partida desta quinta-feira, contra o Vitória, em Feira de Santana, na Bahia. “Eu já estava sabendo dessa possibilidade pela convocação do Victor para a Seleção Brasileira e vinha trabalhando forte com o Chiquinho (Francisco Cersósimo, treinador de goleiros) para poder dar sequência ao trabalho. Deixamos para trás a fase ruim, conseguimos duas vitórias e a tendência é continuar. Temos mais um jogo fora de casa e vamos buscar mais uma vitória”, comentou Giovanni.
O goleiro destacou a força do elenco alvinegro e reafirmou que está pronto para a missão de substituir Victor até a parada da copa do Mundo. “Só de jogar em um time grande como o Atlético você já tem que estar sempre bem preparado. Temos muitas ausências, mas tenho certeza que quem o professor optar por colocar nos próximos jogos vai corresponder”, disse o arqueiro atleticano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.