quarta-feira, 29 de Julho de 2015 10:42h Atualizado em 29 de Julho de 2015 às 10:44h. Luciano Eurides

Definidos os confrontos da segunda fase da Copa Rural

A Copa Rural tem definidos os confrontos da segunda fase. Terminada a etapa de classificação, os confrontos sorteados, sendo nas categorias Aspirante e Principal, são:

Cacôco de Baixo e Inhame (Campo do Pedregal), Choro e Costas (Campo do Choro) e Quilombo e Lopes (Campo do Quilombo). No Aspirante: Primavera e Djalma Dutra (Campo Cacheirinha) e Principal: Cachoeirinha e Pedregal (Campo Cachoeirinha).
No final de semana, tivemos os resultados na Aspirante: Cacôco de Baixo 3 a 1 Campista, Primavera 3 a 3 Pedregal, Córrego Falso 1 a 3 Choro, Mata dos Coqueiros 0 a 2 Costas. Principal: Cacôco de Baixo 8 a 2 Campista, Primavera 0 a 0 Pedregal, Córrego Falso 0 a 1 Choro, Mata dos Coqueiros 1 a 2 Costas.
Na categoria Aspirante, o Primavera contou com uma arma em família para se classificar. O jogo foi realizado no Campo do Campista, em Santo Antônio dos Campos. A equipe entrou em campo com nove atletas e assim jogou toda a primeira etapa. O time sofreu dois gols, diminuiu o marcador com Vinícius Castro, em uma linda cobrança de falta.
No segundo tempo, colocou em campo o goleiro Helvécio, assim, Digão, que estava improvisado, foi para a linha. Ainda Kelven (filho de Helvécio), para assim ficar em igualdade no número de jogadores. A presença deles foi crucial. Tales empatou o jogo e Kelven em cobrança de escanteio, fez gol olímpico, foi a virada da equipe do Primavera. O empate do Pedregal foi de forma polêmica. A bola levada na linha de fundo, Fernando Silva fechava dentro da pequena área, a bola jogada para ele, Helvécio desviou e a bola tocou no braço de Fernando e entrou. O árbitro Tiago Cunha não marcou a irregularidade, o auxiliar Rafael Pereira marcou impedimento, que não existia. Muita confusão e o gol (de mão) foi confirmado.
Na categoria Principal uma partida de muita emoção, o Primavera entrou em campo com a obrigação de vencer, a marcação de ambas as equipes se concentraram na intermediária, havia espaço no meio campo, mas faltou criatividade. O Pedregal apostava na velocidade de Mateus e João Marcos. O Primavera tentava no chute de fora da área, Léo explodiu a bola no travessão, em resposta Reiner chutou e a bola passou raspando o poste direito do gol defendido por Helvécio. No final da partida a melhor chance do Primavera com Biquinho, a bola sobrou para ele dentro da área e ele até fez o gol, mas a arbitragem assinalava impedimento. O Pedregal respondeu com João Marcos, o atleta Lucas Madruga se viu obrigado a fazer a falta. Final sem gols e o Pedregal classificado.
O Primavera se classificou com o futebol de Digão, Tallis, Zangão, Costela, Juninho, Vinícius Castro, Marcelinho, Sidnei e Léo. No segundo tempo completados por Helvécio e Kelven. O Pedregal se classificou com Roxinho, Tulio, Luan, Chicão, Gustavo, Fusca, Renatinho, Reiner, Jackson, Mateus e João Marcos.

 

 

 

 

Créditos: Luciano Eurides

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.