quarta-feira, 6 de Agosto de 2014 06:27h Atualizado em 6 de Agosto de 2014 às 06:30h.

Definidos os finalistas da Copa Rural 2014

As equipes do Cacôco de Baixo e Cacôco de Cima decidem a categoria aspirantes.

Cacôco de Baixo e Costas fazem a decisão do principal. Haverá uma reunião para fazer o sorteio e definir os locais dos jogos das finais. O encontro será no dia 11de agosto ás 18h, na secretaria de esportes e cultura. No domingo, dia 10, não haverá rodada devido à comemoração do dia dos pais.
O Cacôco de Baixo conseguiu a vaga para a final da Copa Rural, categoria Aspirante, jogando no estádio João Belarmino Gomes, campo do Campista, em Santo Antônio dos Campos. O empate por 1 a 1 sobre o Quilombo, deu ao time comandado por Luciano Braga a chance de disputar o título.
O jogo foi bastante disputado. No primeiro tempo a grande concentração de jogadores no meio campo ampliou a disputa pela bola. Nada de perigo a nenhum dos goleiros. O lance mais importante da primeira etapa foi o cartão vermelho aplicado a Paulo Henrique, lateral direita do Quilombo. O time precisava da vitória e ainda com um homem a menos, a tarefa ficou mais complicada.
No segundo tempo o time do Quilombo se esforçou ainda mais e a dedicação dos jogadores rendeu equilíbrio ao jogo. A equipe chegou a ter oportunidades, mas também cedeu espaço para o adversário, na melhor delas, Leandro Oreia, foi na linha de fundo e cruzou, Dudu completou praticamente dentro do gol e a arbitragem confirmou o gol para Dudu.
A entrega do time do Quilombo acabou aumentando o desgaste físico. Já nos minutos finais, com algumas modificações feitas, o time acompanhava o ritmo dos donos da casa e assim conseguiu o gol de empate. Na insistência, a bola sobrou para Júnior Marçal. Ele chutou forte e rasteiro, no canto, para fazer 1 a 1.
O Cacôco de Baixo, venceu o jogo de ida por 5 a 1. Com isso, teve a vantagem do empate e fará a final com o Cacôco de Cima, que venceu o Perobas por 2 a 1.

 

 

 

 

PRINCIPAL
O Cacôco de Baixo também se classificou na categoria Principal ao vencer o Quilombo, na tarde do domingo, pelo placar de 4 a 2. O time da casa ainda perdeu um pênalti. Com o resultado, a equipe de Alessandro chega à grande final.
O Quilombo começou vencendo, Eduardo vacilou, perdeu a bola na entrada da área e, rapidamente acionado, Piolho tocou na saída do goleiro e abriu o placar. O empate veio aos 20 minutos, Mantena cruzou e Jansser escorou para Helder fazer 1 a 1.
No segundo tempo o Cacôco dominou o jogo. Houve falha do sistema defensivo do Quilombo e Gustavo Lajinha ficou livre no meio da zaga para fazer 2 a 1. Jeferson Pelada com um chute indefensável na entrada da área fez 3 a 1.
O time do Cacôco ainda teve uma grande oportunidade de aumentar o marcador. Gustavo Lajinha driblou três, foi derrubado na área e o pênalti foi marcado. Mantena cobrou e o goleiro do Quilombo defendeu. Na resposta, Quilombo diminuiu e, quando tudo caminhava para uma reação, o atleta, Pablo, aumentou o marcador, manteve a diferença e recolocou o time em vantagem.
O Cacôco de Baixo fará a final contra Costas. Depois de um empate em 2 a 2, o time dos Costas foi melhor nos pênaltis venceu por 7 a 6.

 

 

 

 

RESUMO DA COPA
No Aspirante foram 36 jogos, 117 gols e uma média de três por partida. O melhor ataque é do Cacôco de Baixo com 19 gols. A melhor defesa é dos Costas com dois gols. O artilheiro é Ildemar das Perobas com dez gols. Diego Doidera do Cacôco de Cima e Fabiano do Cacôco de Baixo tem três cada.
No Principal foram 36 jogos, 132 gols e uma média de 3,6 por partida. O melhor ataque é de Amadeu Lacerda com 23 gols. A melhor defesa é dos Costas com quatro gols. O artilheiro é Ildemar das Perobas com nove gols. Gustavo Lajinha do Cacôco de Baixo tem seis gols.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.