terça-feira, 7 de Agosto de 2012 08:57h Gazeta do Oeste

Depois do ouro na ginástica, Brasil garante duas medalhas no boxe

Com a vitória do brasileiro Arthur Zanetti na ginástica artística, o Brasil conquistou, ontem (6), sua segunda medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres e a primeira da modalidade.

Com a vitória do brasileiro Arthur Zanetti na ginástica artística, o Brasil conquistou, ontem (6), sua segunda medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres e a primeira da modalidade. O país ocupa o 22º lugar com oito medalhas: duas de ouro, uma de prata e cinco de bronze.

 

O Brasil também tem mais duas medalhas garantidas no boxe, pois dois atletas se classificaram para a semifinal da modalidade. No boxe não há disputa pelo terceiro lugar e os perdedores das lutas das semifinais automaticamente ganham o bronze.


Adriana Araújo se classificou na categoria até 60 quilos na estreia do boxe feminino em Olimpíadas ao derrotar a marroquina Mahjouba Oubtil por 16 a 12 e Esquiva Falcão conquistou sua vaga na semifinal ao derrotar o húngaro Zoltan Harcsa por 14 a 10 na categoria até 75 kg. Adriana volta aos ringues na quarta-feira contra a russa Sofya Ochigava e Esquiva na sexta-feira contra o britânico Anthony Ogogo.

 

Há 44 anos o Brasil não sobe ao pódio no boxe. A última vez foi com o lutador Servílio de Oliveira, que levou o bronze nos Jogos Olímpicos do México em 1968.


No vôlei de praia, Alison e Emanuel venceram os poloneses Mariusz Prudel e Grzegorz Fijalek, por 2 sets a 1. Invictos nos Jogos, os brasileiros avançaram às semifinais e enfrentam amanhã (7) a dupla Plavins e Smedins, da Letônia. A outra dupla brasileira, formada por Ricardo e Pedro Cunha, foi eliminada pelos alemães Jonas Reckermann e Julius Brin.

 

No basquete masculino, o time brasileiro jogou contra a Espanha e ganhou de 88 a 82. Com quatro vitórias e uma derrota a seleção termina em segundo lugar no grupo B. O próximo jogo será na quarta-feira (8) e contra a Argentina pelas quartas de final da competição.


No atletismo, nos 800 metros rasos masculino, o brasileiro Fabiano Peçanha chegou em segundo lugar e garantiu vaga na semifinal. Peçanha disputará vaga na final na quinta-feira (9).

 

Nos 200 metros rasos feminino, Evelyn dos Santos se classificou para a semifinal. A atleta terminou em quarto na sua bateria e se ficou com 23º melhor tempo geral. Já, Ana Claudia Lemos, em sua bateria, terminou a prova em quinto lugar e não conseguiu avançar para as semifinais. A brasileira volta a competir no revezamento 4x100 metros, que será na quinta-feira (9).


No arremesso de peso feminino, Geisa Arcanjo alcançou 19,02 metros, a melhor marca da carreira. Com o desempenho, Geisa terminou a prova em oitavo lugar. Ela se classificou para a final com a penúltima de 12 vagas, alcançando 18,47 metros.

 

O brasileiro Ronald Julião, que competia no lançamento de disco, foi eliminado das Olimpíadas. Ele atingiu a marca de 56,20 metros e terminou a prova na última colocação, em 41º.


Adriana Aparecida da Silva, a única representante do Brasil na maratona feminina, chegou em 47º lugar. O ouro ficou com a etíope Tiki Gelana.

 

Na final dos saltos por equipes, o time brasileiro que representava o país na final do hipismo, ficou em oitavo lugar com 67 pontos. Com quatro pontos, a Grã-Bretanha levou o ouro, com 12 a Holanda ganhou prata e a Arábia Saudita, com 14, conquistou o bronze.


Ao som de O Corpo, de Arnaldo Antunes, a dupla do nado sincronizado Lara Teixeira e Nayara Figueira foi eliminada das Olimpíadas de Londres. Elas somaram 174.100 pontos e terminaram a apresentação em 13º lugar geral.

 

 

 

 

 

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.