sexta-feira, 2 de Novembro de 2012 04:51h Gazeta do Oeste

Dia de lamentações na cidade do Galo

O Alvinegro pressionou o adversário durante os 90 minutos e chegou a mandar duas bolas na trave, com Jô e R49. Na próxima rodada, o adversário será o Coritiba, domingo, às 19h30, no Couto Pereira, em Curitiba

O Atlético empatou por 1 a 1 com o Flamengo, na noite de quarta-feira, na Arena Independência, que recebeu quase 20 mil pagantes. Renato Abreu marcou para a equipe carioca, que se limitou a defender o tempo todo, e Leonardo empatou para o Galo, que segue na vice-liderança, com 64 pontos. O Alvinegro pressionou o adversário durante os 90 minutos e chegou a mandar duas bolas na trave, com Jô e R49. Na próxima rodada, o adversário será o Coritiba, domingo, às 19h30, no Couto Pereira, em Curitiba. “Ainda temos esperança, então vamos lutar até o final e tentar buscar a vitória fora de casa”, disse o capitão Réver.

 


Ronaldinho deixou o gramado do Independência chateado com a não marcação do pênalti sofrido por ele no início do jogo. “A gente planeja uma situação de sair forte, tentar fazer um gol no começo, aí aparece o lance de pênalti, o árbitro não vê e isso acaba frustrando”, disse R49, que cobrou falta na trave aos 44 minutos da etapa final. “A gente tinha um planejamento para sair com a vitória e, por um erro que não é das duas equipes, acaba atrapalhando o clássico”, completou Ronaldinho.

 


Para o técnico Cuca um gol naquele momento mudaria toda a história da partida. “Foi uma partida tensa em que o Atlético procurou jogar e jogou, na medida do possível. A gente não consegue entender a não marcação de um pênalti da maneira que ocorreu, com um atropelamento por trás. Se você sai na frente, em um jogo desse, o Flamengo tem que sair, nao vai fazer a retranca que fez”, avaliou Cuca. “Não me lembro de uma equipe ter vindo tão atrás como o Flamengo veio aqui. E o juiz é conivente. Se cronometrar, não tem 30% de jogo. Tentamos, a bola deu na trave aqui, deu na trave ali, fomos infelizes, mas pelo menos tentamos jogar. Se alguma equipe tentou jogar hoje, fomos nós”, analisou o treinador atleticano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.