sexta-feira, 20 de Maio de 2016 08:33h Site oficial Atlético Mineiro

Diego Aguirre deixa o comando do Atlético

Em entrevista coletiva concedida no início da tarde desta quinta-feira, na Cidade do Galo, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, e o técnico Diego Aguirre anunciaram a saída do treinador

“Primeiro, eu e o Diego, quando conversamos hoje, fizemos questão de vir os dois juntos falar com vocês porque, em uma relação de confiança, é preciso caminhar junto nas horas boas e ruins. Desde que conversamos pela primeira vez, em dezembro, nosso relacionamento sempre foi bom e, nesse momento que não é bom, temos que estar juntos, encarar os fatos e trabalhar com a realidade. Há algumas semanas, quando o Aguirre me procurou querendo sair, estávamos nas oitavas da Libertadores e nas finais do Mineiro e ele compreendeu. Deixa vários ensinamentos, um treinador moderno, com uma equipe competente. A gente se reuniu hoje e o futebol, infelizmente, traz esses dias que são de encerramento de uma etapa. Não conversei com treinador nenhum e, quando tiver que acontecer, vocês serão informados. Hoje, não é uma tarde boa para todos do clube, jogadores, que sempre apoiaram equipe técnica, então, é uma entrevista de agradecimento ao Diego”, disse o presidente.

 

 

 

Diego Aguirre também se pronunciou sobre a sua saída.

“Quero comunicar que tomei a decisão de deixar o clube. O principal objetivo esportivo que tínhamos era ganhar a Libertadores, não foi possível. Acho que é um momento difícil esportivo para o clube porque perdemos e vou aliviar um pouco o Daniel, os jogadores. Acho que pode ser bom, para eles, continuar por um caminho que acho que foi bom, porque tenho a tranquilidade de que fizemos um grande trabalho. Estou muito agradecido ao presidente, ao Maluf, a todos os profissionais que trabalham aqui no clube e, fundamentalmente, aos jogadores, com quem tivemos uma experiência excelente. Mas futebol é assim, é ganhar. Às vezes, você tem que tomar algumas decisões. Vinte dias atrás, quando passamos da primeira fase da Libertadores, falei para o Daniel que queria ir embora, deixar o clube. Ele me pediu que ficasse porque tínhamos jogos importantes, achei justo e acertamos para quando acabasse a participação do clube na Libertadores. Hoje, tivemos uma reunião e concordamos isso. Tenho a liberdade contratual de ir embora no dia que quero, é uma coisa que decidi fazer, mas reitero o agradecimento a todos do clube porque tivemos uma experiência excelente, um relacionamento profissional do mais alto nível. Deixamos coisas importantes para o futuro do Atlético, tenho certeza disso e, bom, tomar isso como parte do futebol e mirar para o futuro”, declarou Aguirre.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.