sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011 00:00h

Diego Souza encara ida para o Vasco como forma de ter sequência de jogos

Apesar de adotar cautela quanto ao seu futuro, o armador do Atlético-MG Diego Souza destaca que vê a possível transferência para o Vasco, que poderá ser concretizada nos próximos dias, como a oportunidade de jogar com regularidade em 2011.

“Sou um jogador que precisa jogar. Estou tendo essa oportunidade, de repente, de chegar ao Vasco, mas não posso confirmar ainda porque não tem nada resolvido e pode ser que não dê certo e eu fique aqui”, disse Diego Souza no desembarque do elenco atleticano em Belo Horizonte, vindo de São Luís, na capital do Maranhão.

Na noite desta quarta-feira, Diego Souza foi retirado do banco de reservas do jogo em que o Atlético venceu o Iape, por 3 a 2, na partida de ida da primeira fase da Copa do Brasil. Ele acompanhou o jogo no estádio Nhozinho Santos e viajou para a capital mineira juntamente com a delegação atleticana.

Nesta quinta-feira, o presidente do Atlético, Alexandre Kalil disse que Diego Souza pediu para se transferir. O dirigente confirmou que o armador se mostrou insatisfeito com o fato de estar no banco de reservas neste começo de temporada.

O meia reconhece que prefere buscar um novo time, onde será titular. “Eu nem joguei ainda este ano. É até um pouco difícil dizer se estou rendendo o esperado ou não. A questão é que eu preciso jogar com regularidade”, destacou Diego Souza.

A negociação entre o Atlético e o Vasco vem se arrastando desde a última quarta-feira. A diretoria atleticana aguarda garantias bancárias do pagamento de 500 mil euros à vista, por parte do time carioca, para poder acertar a venda de Diego Souza.

Parte dos direitos econômicos do jogador será adquirida pelo grupo de investidores Traffic, que repassará para o Vasco. O clube carioca comprará outra parte com recursos próprios e Alexandre Kalil quer receber este valor à vista para confirmar a venda.

Diego Souza tem contrato até 14 de julho de 2014 com o Atlético, que pagou 3 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos de Diego Souza junto à Traffic. O restante continuou com o grupo de investidores, que repassou o atleta para a equipe mineira.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.