quinta-feira, 29 de Novembro de 2012 08:18h Luciano Eurides

Diego Souza fez exames médicos

O meia Diego Souza realizou exames médicos na manhã desta quarta-feira em Belo Horizonte. O jogador esteve na Toca da Raposa II, conheceu um pouco do centro de treinamentos.
Diego ainda não assinou contrato, que terá a duração de três anos. O meia se reapresentará ao Clube no dia 7 de janeiro, data marcada para a volta de todo o elenco após as férias. E Diego Souza chegou animado, vislumbrando sucesso com a camisa azul. “A expectativa é a melhor possível. A gente sabe que o Cruzeiro não pode ficar tanto tempo sem ganhar. Os planos para 2013 são maravilhosos. Então, espero chegar e ajudar, para que a gente possa fazer um excelente início de temporada e ir bem forte na Copa do Brasil, que é uma competição que dá vaga na Copa Libertadores. Se Deus quiser e a gente for bem, conquistando este título, teremos uma segurança para o ano”.
Sobre o Cruzeiro, Diego Souza falou da sua imagem do Clube, e se mostrou empolgado e com objetivo de fazer história. “Vejo da maneira como todos veem. É um clube grande, de tradição, que tem pressão quando não ganha. Já sei disso tudo, espero corresponder às expectativas de todos, poder vestir essa camisa, jogar bem e conseguir fazer história, que é ganhando”.
Sucesso com a camisa do Cruzeiro, consequentemente, pode levar Diego Souza de volta à Seleção Brasileira. E o jogador também tem este objetivo pessoal em mente, mas sabe que uma coisa está diretamente ligada à outra. “Claro, sem dúvida. Fui para a Arábia, não deu certo, mas há males que vem para o bem. Tive a oportunidade de vestir esta camisa do Cruzeiro, que vai me dar total tranquilidade para trabalhar e pensar nesse meu objetivo de voltar a jogar na Seleção. Tem Copa do Mundo aí pela frente, o grupo ainda está em formação. Fazendo um ano bom, tenho tudo para ser lembrado. Espero começar bem, atuar bem e, por consequência, chegar à Seleção”.
O técnico Celso Roth concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, na Toca da Raposa II, e, perguntado sobre os planos do Cruzeiro no clássico de domingo, contra o Atlético-MG, às 17h, no Independência, rechaçou que a Raposa tenha alguma motivação extra às que a importância da partida já proporciona aos jogadores. “Não precisa. Acho que temos que pensar sempre em nós. Estamos defendendo o Cruzeiro. Disse, há um mês, que nós tínhamos que terminar o campeonato com dignidade, e o estamos fazendo. E num clássico, mais ainda. A motivação num clássico é redobrada”.
Roth afirmou que o time cruzeirense já pensa no clássico desde o fim do jogo do último domingo, contra o Coritiba, quando a Raposa venceu por 2 a 1, no Independência. “O clássico começou no domingo, depois do jogo. Tivemos a reapresentação ontem (terça-feira), foi feito um trabalho, hoje de manhã fizemos um trabalho de fundamentos, e amanhã já começamos a encaminhar a equipe. Temos que ter todo um cuidado nessa preparação. Mas já estamos pensando no clássico desde o final do jogo contra o Coritiba”.
Questionado se já tem uma definição da equipe para o jogo de domingo, como o retorno de Anselmo Ramon ou a manutenção de Wellington Paulista no ataque, Roth disse: “Ainda não. Temos que esperar. Amanhã nós começaremos a definir. O que nós não vamos fazer é fechar o treinamento, vamos deixar aberto para vocês (jornalistas)”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.