quinta-feira, 14 de Agosto de 2014 07:11h Atualizado em 14 de Agosto de 2014 às 07:13h.

Divinopolitano José Gabriel é campeão com o Cruzeiro

O Cruzeiro Esporte Clube mostrou ao cenário do futebol brasileiro porque é uma potência na fabricação de craques e exemplo a ser seguido em suas escolas de esportes.

O Clube sagrou-se campeão da 15ª edição da Danone Copa das Nações (Danone Nations Cup) ao vencer o Internacional de Porto Alegre, na final. O jogo terminou empatado em 1 a 1, e a equipe mineira foi mais eficiente na decisão por pênaltis com o triunfo por 2 a 1. A competição reuniu crianças entre 10 e 12 anos e foi realizada neste domingo no Parque Villa-Lobos, em São Paulo. Mais de cinco mil pessoas estiveram presentes no local.
A copa teve a participação de seis agremiações que venceram a fase eliminatória em seus respectivos estados. Craquenet Taubaté (São Paulo), Colégio Percepção Irajá (Rio de Janeiro), Cruzeiro (Minas Gerais), Internacional (Rio Grande do Sul), Associação Esportiva Estação (Ceará) e Santos APCEF (Distrito Federal).
Os uniformes dos seis times participantes foram personalizados pela Danone com as cores das respectivas bandeiras dos estados de cada um. O título deu ao Cruzeiro a chance de representar o futebol brasileiro na etapa mundial que pela primeira vez acontecerá no Brasil, no mês de novembro, reunindo mais de 380 meninos e meninas de 32 seleções de todo o mundo. “Os garotos do Cruzeiro estão de parabéns pelo título. É um clube que aposta desde muito cedo em suas escolas de esporte e categorias de base e esse trabalho sério resulta em prêmios e títulos, como aconteceu aqui”, afirmou o ex-jogador Cafu, há seis anos padrinho da Danone Copa das Nações.
No Brasil, os torneios regionais da Danone Copa das Nações reuniram mais de cinco mil crianças de 430 times de futebol formados por agremiações, escolinhas de futebol e escolas públicas e privadas dos estados participantes, no primeiro semestre deste ano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.