quinta-feira, 9 de Agosto de 2012 11:21h Gazeta do Oeste

Dois meses após a estreia, R49 lidera Atlético contra o Coxa

O camisa 49 fez seu primeiro jogo no dia 9 de junho, contra o Palmeiras, em São Paulo. O Atlético venceu por 1 a 0. Desde então, são nove vitórias conquistadas e apenas uma derrota.

Ronaldinho Gaúcho cumpriu um terço do seu contrato com o Atlético. Passaram-se exatos dois meses da sua estreia pelo clube. Desde então, foram 10 jogos disputados. Agora, após o período de maturação, o meia tem a missão de comandar o clube na disputa do título brasileiro e poderá voltar a ser importante nesta quinta-feira, contra o Coritiba, no Independência, às 21 horas.

 

 

“Para mim está sendo maravilhoso. Pegar uma equipe que vem num ânimo muito bom. Estamos dando seguimento ao trabalho no segundo semestre”, avalia Ronaldinho.

 

O camisa 49 fez seu primeiro jogo no dia 9 de junho, contra o Palmeiras, em São Paulo. O Atlético venceu por 1 a 0. Desde então, são nove vitórias conquistadas e apenas uma derrota. Ronaldinho esteve sempre em campo. Hoje, ele se sente à vontade na Cidade do Galo e almeja o título nacional.

 

 

“A gente tem que ter humildade de saber que todas as equipes são muito parelhas. Equipes que vão acabar bem o primeiro turno, podem ter dificuldade no segundo. A gente tem uma coisa boa que é entrar para a história do clube. Por isso todos os jogadores vêem os jogos como uma final”, analisa.

 

Contra o Coritiba, o setor ofensivo terá uma mudança. O quarteto formado por Bernard, Ronaldinho, Danilinho e Jô terá o desfalque da terceira peça. Guilherme será o substituto. Para o camisa 49 do Galo, aumenta o poder de fogo do time, mas a defesa terá menos proteção.

 

“São jogadores de características diferentes. Guilherme é um jogador de muito talento. Tem mais categoria. Joga mais próximo do atacante. Acho que não perde em nada na fase ofensiva e perde na defensiva”, afirma.

 

 

Outra mudança no time está no meio-campo. Pierre, suspenso, dá lugar a Serginho. “Ficamos com uma equipe mais veloz, mais rápida e mais ofensiva. A gente vai ter que diminuir o espaço do adversário. Isso foi falado para todos os jogadores. Vamos ter que ter uma sacrifício maior contra o Coritiba. A gente tem que tomar muito cuidado”, ressalta o técnico Cuca.

 

O zagueiro Réver, com dores na costela, segue como dúvida. Caso ele não atue, Rafael Marques forma dupla com Leonardo Silva.

 

 

 

Já o Coritiba poderá ter o retorno do meia-atacante Rafinha, que estava lesionado, no Independência. Por outro lado, o técnico Marcelo Oliveira sofre com desfalques importantes. O lateral-direito Ayrton, os volantes Chico, William e Sérgio Manoel, por exemplo, estão vetados.

 

Atlético: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver (Rafael Marques) e Junior César; Leandro Donizete, Serginho, Ronaldinho e Bernard; Guilherme e Jô.
Técnico: Cuca

 

 

Coritiba: Vanderlei, Willian Leandro (Emerson Santos), Pereira, Bonfim e Lucas Mendes; Júnior Urso, Franca, Gil e Robinho; Everton Costa (Rafinha) e Leonardo
Técnico: Marcelo Oliveira


Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: Quinta-feira, 9 de agosto de 2012, às 21 horas
Árbitro: Pablo dos Santos Alves/ES (Asp. Fifa)
Assistentes: Ramiro Santos Candido/ES (CBF) e Vanderson Antonio Zanoti/ES (CBF)

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.