quarta-feira, 27 de Janeiro de 2016 11:52h Site Oficial do Cruzeiro

Dono da camisa 9, Willian se diz motivado para o primeiro jogo do ano

Após três semanas de pré-temporada, finalmente chegou a hora do Maior de Minas fazer sua primeira partida em 2016

Nesta quarta-feira, às 19h30, a Raposa enfrentará o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pela rodada inicial da Primeira Liga. A expectativa dos jogadores para esse duelo é grande, como conta o atacante Willian.

“Todo mundo está ansioso para esta estreia, tenho certeza que a equipe está motivada.  Agora é o momento de colocar em prática tudo o que treinamos, tudo o que o Deivid está implantando e a gente está entendendo. É a hora de mostrar que a equipe está forte”, salientou.

 

 

Em 2010, o atleta cruzeirense atuou pelo Figueirense e, por isso, sabe bem como é jogar na casa dos criciumenses. Segundo ele, o Clube Azul precisa se manter concentrado dentro de campo para evitar que o clima advindo da arquibancadas atrapalhe o desempenho do tetracampeão brasileiro.

“Todas as vezes que joguei lá foi difícil, é um caldeirão, a torcida vai empurrar o time. Temos de entender que vai ter esta pressão. Precisamos estar com a cabeça boa, entender a situação. É cultura do sul ter este espírito de competitividade, chegar firme, jogo duro. O segredo é fazer nosso jogo, manter a posse de bola, ter concentração e procurar sempre o gol”, apontou.

 

 

Na última temporada, o avante marcou 11 gols com o manto cinco estrelas. Depois de atingir essa boa marca, Willian recebeu, este ano, a camisa 9 das mãos do diretor de futebol, Thiago Scuro, e revelou que a nova numeração não influenciará na sua maneira de jogar.

“A responsabilidade sempre é grande, independentemente do número. Estou tranquilo, trabalhando forte, tenho certeza que a oportunidade vai aparecer e o gol vai sair naturalmente”, finalizou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.