segunda-feira, 13 de Agosto de 2012 13:11h Gazeta do Oeste

Duas medalhas do Brasil que valem R$ 1 bilhão

Quanto valem uma medalha de prata e outra de bronze? Para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o custo foi de cerca de R$ 1 bilhão, valor a mais investido no esporte nacional em relação ao último ciclo olímpico

Quanto valem uma medalha de prata e outra de bronze? Para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o custo foi de cerca de R$ 1 bilhão, valor a mais investido no esporte nacional em relação ao último ciclo olímpico, e que resultou em um segundo e um terceiro lugares a mais nos Jogos de Londres, que terminaram ontem, em relação aos pódios conquistados nas Olimpíadas de Pequim, em 2008.

 

 

Nos Jogos disputados no gigante asiático, a delegação brasileira terminou na 23ª posição no quadro de medalhas, com três ouros, quatro pratas e oito bronzes, fechando em 15, no total. Nas Olimpíadas de Londres, o Brasil subiu apenas uma posição, terminando em 22º, com os mesmos três ouros, mas cinco pratas e nove bronzes, totalizando 17 pódios.

 

Apresentar uma pequena evolução no quadro de medalhas poderia ser um panorama considerado ‘normal’, não fosse o fato de o Brasil ser a sede das próximas Olimpíadas, com os Jogos do Rio, em 2016. Transformar-se na capital mundial do esporte fez o Governo federal investir pesado.

 

 

No ciclo olímpico entre Atenas-2004 e Pequim-2008 foram destinados R$ 1 bilhão ao esporte, a metade dos R$ 2,1 bilhões injetados nos últimos quatro anos.

 

No entanto, o resultado em pódios foi praticamente inexistente, e o desempenho brasileiro em Olimpíadas tem se repetido nas últimas décadas. Nos Jogos de Atlanta-1996, foram três outros e 15 medalhas, no total. Em Sydney-2000, nenhuma medalha dourada, e 12 no quadro final. A melhor colocação geral aconteceu em Atenas-2004. Foram apenas 10 pódios, mas em cinco deles os brasileiros subiram ao lugar mais alto, o que colocou o país na 16ª posição final.

 

 

Segundo o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, para que a próxima edição dos Jogos Olímpicos seja considerada um sucesso, o Brasil precisa assumir uma posição de destaque no quadro de medalhas. “Desde que Londres venceu o direito de sediar os Jogos tenho lembrado a eles que era preciso ganhar medalhas, porque isso é importante para as Olimpíadas, para o clima do evento. E estamos falando exatamente o mesmo para o Rio, porque isso é muito importante”, enfatiza.

 

 

 

 

 

 

 

HOJE EM DIA

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.