sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012 17:23h Atualizado em 7 de Janeiro de 2012 às 07:58h. Luciano Eurides

Duvida de Montillo é financeira

A Toca da Raposa II está fervilhando e o grande motivo não é a chegada de reforços e sim as idas e vindas do argentino Walter Montillo. De amores ao Cruzeiro, pedido para ser vendido e a mais recente declaração que fica, se acontecer um aumento salarial. A diretoria já pede a paciência e uma definição deverá acontecer nas próximas horas.
Após a repercussão da nota (divulgada pela assessoria de imprensa do jogador) o apoiador Montillo resolveu falar na Toca da Raposa II, na manhã de ontem. O atleta se dirigiu à coletiva e revelou o seu desejo. O camisa 10 cruzeirense explicou que o alto valor oferecido pelo Corinthians o fez pensar em uma transferência, sobretudo para defender um bem-estar maior da sua família.
No entanto, o jogador não disse em nenhum momento que pretende deixar a Raposa. Pelo contrário, o desejo é de permanecer na casa que o acolheu tão bem desde meados de 2010. Mas o salário tentador proposto pelo Timão o balançou. E este agora é o grande foco. Para continuar em Belo Horizonte, ele imagina um aumento que equipare a diferença entre uma proposta e outra. “É o mesmo que falei ontem (nesta quinta). Estou contente de jogar aqui, estou feliz. Alguém não compreendeu tão bem o que eu falei. Não é que quero sair, mas vou defender interesse da minha família. A proposta é muito boa, mas não quer dizer que quero sair. Quero ficar, falei com a diretoria, estou esperando o presidente (Gilvan de Pinho Tavares) falar comigo. Se ele não quer que eu vá, precisa falar comigo e ver o que fará para que eu fique”, disse o argentino.
Pela diretoria, Dimas Fonseca, diretor de futebol, avaliou que o turbilhão de notícias e a rapidez não ajudam na negociação. “Acho que seria a reação natural de qualquer pessoa, quando você recebe um valor e aparece uma proposta duas vezes mais, isso assusta. No futebol, o valor já é alto e aparece a oportunidade de ganhar 200% mais. A melhor maneira é voltar a conversar daqui a uns três dias, pois o Cruzeiro não quer a saída do Montillo. Eu confio no profissionalismo dele. Todos acompanharam esse um ano e meio aqui, ele ganha um ótimo salário aqui, vamos esperar que ele acerte a mente e voltamos a conversar normalmente e vai dar tudo certo”, disse.
O presidente Gilvan de Pinho Tavares não está com a mesma paciência do diretor de futebol. A que tudo indica, o mandatário cruzeirense não está disposto a liberar o argentino e nem mesmo dar novo aumento salarial ao jogador, como o próprio Montillo quer. Em entrevista à uma rádio da capital mineira, Gilvan afirmou que o Corinthians terá de aumentar os valores para levar o jogador. "A verdade é que ele (Montillo) é atleta do Cruzeiro, tem contrato por mais quatro anos, estava feliz até o final do ano, e agora veio o Corinthians com esta proposta salarial astronômica, mas não fez a mesma proposta ao Cruzeiro, com praticamente metade do valor que o Cruzeiro estabeleceu", disse o presidente. O Cruzeiro quer quinze milhões de euros pelo jogador, enquanto o Corinthians ofereceu oito milhões.
O argentino disse que espera um novo aumento salarial no Cruzeiro, o que não deve acontecer segundo o cartola. "Ele tem um salário, já conversamos com ele várias vezes, e isso para ele estava ótimo até essa proposta do Corinthians. Não podemos ficar sujeitos a isso, que eu nem sei se vai pagar, se vai honrar, ou se é conversa do empresário dele. É por isso que existe contrato, para ser cumprido. O salário dele está estabelecido em contrato", afirmou Gilvan de Pinho Tavares.

Reforços
Se a defesa do Cruzeiro já estava bem servida com Victorino, Léo e Cribari, agora está ainda mais forte com a chegada do zagueiro Thiago Carvalho, que foi destaque do Boa Esporte-MG na disputa do Campeonato Brasileiro série B em 2011. O atleta de 23 anos foi apresentado na tarde desta quinta-feira e deixou claro o objetivo de conquistar seu espaço dentro do Cruzeiro. “É um prazer chegar ao Cruzeiro. Minha expectativa é de chegar e jogar. Tenho que aproveitar minhas oportunidades, confio no meu potencial, sei que posso ser titular do Cruzeiro. Agora vou trabalhar forte nesta pré-temporada para buscar meus objetivos e quando a chance vier, é aproveitar da melhor maneira possível”, disse Thiago Carvalho ao Site Oficial.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.