segunda-feira, 29 de Setembro de 2014 11:49h

É hexa! É hexa!

Brasil empata em 0 a 0 com Colômbia e é hexacampeão sul-americano

A Seleção Brasileira Feminina é campeã da Copa América do Equador 2014, mesmo com o empate em 0 a 0 com a Colômbia no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. Apesar de a fase final da competição ser um quadrangular, a partida entre Brasil e Colômbia era uma decisão. O Equador derrotou a Argentina na preliminar e classificou as colombianas para o Mundial do Canadá 2015.

A Seleção Brasileira, agora hexacampeã, precisava apenas de um empate para ficar com o título, enquanto a Colômbia necessitava vencer. Apesar disso, quem foi para o ataque foram as brasileiras durante toda a partida.

Poliana tentou cruzar, mas a bola foi mais longa e a goleira colombiana teve que fazer sua primeira defesa.

O Brasil teve algumas oportunidades de bola parada, mas a bola foi para fora. O primeiro tempo equilibrado, com muita disputa de bola no meio campo e com pouco trabalho para as goleiras Andreia Suntaque e Sandra. O resultado foi 0 a 0.

Na segunda etapa, a Colômbia continuava jogando na retranca e o Brasil tentava furar o bloqueio adversário.

As colombianas quase abriraram o placar em um vacilo da zaga brasileira, mas Rilany conseguiu colocar a bola para a linha lateral.

Cristiane também teve sua chance. Depois do cruzamento de Andressa Alves, a camisa 11 quase marcou de cabeça. Em seguida, Maruine chutou colocado de fora da área: a bola raspou no travessão e saiu. Cristiane novamente, mas a goleira Sandra estava ligada na partida e fez uma boa defesa.

O confronto terminou 0 a 0 e o título, para o Brasil.

Brasil: Andreia Suntaque, Poliana, Bruna Benites, Tayla e Rilany (Tamires); Maurine (Raquel), Formiga, Thaísa e Andressa Alves; Darlene (Andressinha) e Cristiane.

Colômbia: Sandra, Carolina, Angela, Katherin, Natalia, Fatima, Diana, Isabella (Mildrey), Daniela, Hazleydi e Ingrid (Lady) (Orianica)

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.