quarta-feira, 14 de Março de 2012 09:16h Atualizado em 14 de Março de 2012 às 10:18h. Luciano Eurides

Edmar Faria leva a melhor no Cross Country

Foi disputada no último domingo uma das etapas mais difíceis do Circuito Conheça Divinópolis Correndo. A Cross Country no bairro Mangabeiras é uma mistura de asfalto, calçamento e trilha. Há retas, morros e certamente o alto grau de dificuldade espantou muitos corredores.
Com um percurso de 7,5km, onde além das dificuldades do piso, o calor era extremamente forte, mesmo assim 87 corredores compareceram. Outro fator foi a corrida de Conceição do Pará, no sábado, onde muitos participaram. Edmar Antônio Faria, de São Gonçalo do Pará foi o melhor colocado com o tempo de 26min02s. No feminino Tainara Souza a melhor entre as mulheres.
O pódio masculino teve uma boa participação de atletas da cidade de Divinópolis. Com exceção dos primeiros lugares, Edmar Faria de São Gonçalo do Pará e Sidney Alves Santos, de Lavras; todos os outros lugares foram ocupados por divinopolitanos. Vicente Ferreira Silva o terceiro colocado, 26min36s, Janderson Rodrigues Afonso o quarto lugar com 27min39s e Waldeli Aparecido Nascimento em quinto, com 27min48s.
No feminino, a corredora Tainara Souza foi seguida de Chiara Reis, Antônia Guimarães, Jaqueline Morais e Waldeli Terezinha Campos.
O jovem corredor Lucas Francisco Reis foi o primeiro entre os mais jovens, ele percorreu o trajeto em 29min27s. Entre os mais experientes, destaque para Mozart Machado Silva. Na categoria 20 a 24, o melhor foi Paulo Henrique Fontes, a fera corre, faz moutain bike e muitas vezes ao mesmo tempo, recentemente foi a Santo Antônio do Monte de bicicleta, participou de uma corrida e voltou, de bike.
O corredor divinopolitano  Paulo Henrique também foi protagonista da TV Capixaba, em Guarapari, onde viajou com o primo Raul Brito de Souza,  760km para passar o ano novo na praia.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.