quarta-feira, 24 de Setembro de 2014 05:06h

Embalado, Atlético começa a se preparar para pegar o Santos

Motivado pela vitória sobre o Cruzeiro, no último domingo, no Mineirão, o elenco atleticano se reapresentou na tarde desta terça-feira, na Cidade do Galo.

Crédito: Bruno Cantini-Atletico

O treino marcou o início da preparação para o jogo contra o Santos, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A partida será realizada às 20h30 desta quinta-feira, na Arena Independência. Os atletas que começaram jogando o clássico fizeram trabalho regenerativo na academia e os demais disputaram um coletivo contra uma equipe mesclada com jogadores dos times juvenil e júnior.

O atacante Luan fraturou duas costelas no clássico, quando levou uma cotovelada do lateral-esquerdo Egídio, do Cruzeiro, em lance na grande área. Recuperado de uma pancada no ombro esquerdo, o goleiro Giovanni foi liberado pelo departamento médico.

O volante Claudinei sofreu estiramento na região posterior da coxa direita e o atacante Jô segue em tratamento de uma entorse no joelho direito. Nesta quarta-feira, o treino será às 15h30.

Embalado pelas vitórias como visitante no Brasileiro (sobre Goiás e Cruzeiro), o Atlético prepara-se para uma sequência que pode ser decisiva na briga pelo G-4. Das próximas seis partidas do time no Brasileirão, quatro serão em casa, onde tem aproveitamento superior a 66%.
A caminhada  começa com duas partidas no Independência, contra Santos  (nesta quinta) e Vitória ( domingo), confrontos encarados pelo elenco como decisivos. “Temos dois (jogos) em casa e temos condições de atingir esse objetivo (entrar no G-4), sabendo que serão dois jogos difíceis, mas que o Atlético dentro do Independência é muito forte”, destaca o goleiro Victor.

Na sequência, o alvinegro enfrentará Criciúma e Fluminense fora. A série das seis próximas partida será encerrada em casa contra São Paulo e Chapecoense. Serão 18 pontos em jogo, sendo 12 em disputa diante do torcedor. O Atlético ocupa a sexta posição no campeonato, com 37 pontos, três a menos em relação ao Corinthians, último integrante do G-4 atualmente.

Além de ter a possibilidade de conquistar 12 pontos em casa, o Atlético está de ânimo renovado na busca por pontos como visitante. Antes da 22º rodada, não figurava sequer entre as nove melhores campanhas como visitante, com pouco mais de 30% de aproveitamento. No entanto, com as duas vitórias seguidas, o Atlético já tem o sexto melhor desempenho, com 41% de aproveitamento.

“Vamos brigar, é nosso objetivo (entrar no G-4). A gente sabia que precisava melhorar o aspecto fora de casa, pois a gente jogava bem mas não vencia. Dentro da nossa casa, sabemos que a possibilidade de vencer é muito alta e isso pode nos fortalecer ainda mais para chegar no G-4”, disse o lateral  Marcos Rocha.

Mando de campo
Apesar da tabela ser teoricamente favorável ao Atlético nas próximas rodadas, o clube corre o risco de não poder mandar algumas partidas em Belo Horizonte. Em razão dos incidentes registrados no clássico contra o Cruzeiro, quando bombas explodiram no Mineirão, o Atlético deve denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.