quinta-feira, 14 de Julho de 2011 13:43h Luciano Eurides

Empate entre Guarani e Itaúna fez justiça ao bom futebol apresentado

O Guarani jogou bem, conseguiu se igualar ao Itaúna. Em amistoso disputado ontem no Farião. As duas equipes se mostraram bem treinadas. O bom desempenho do Bugre entusiasmou e mostra o time no caminho certo.O placar de 1x1 mostrou evolução na equipe.


O Guarani entrou em campo bastante modificado em relação ao jogo contra o Itaúna. Três jogadores estão no departamento médico: Sandro (lateral esquerdo), Luís Gustavo (volante) e Marcelinho Araxá (meia). Para o lugar de Sandro foi deslocado o volante Renatinho, já para o meio campo entrou Guilherme Santos.


O jogo começou muito movimentado no meio campo e foi o Guarani quem teve o primeiro bom ataque do jogo, Jeferson arriscou de longe, o goleiro deu o rebote e Davi chegou para aproveitar, mas a arbitragem já marcava impedimento.


O Guarani conseguia chegar com perigo ao gol adversário, especialmente nas cobranças de escanteio. Já o Itaúna era muito perigoso nos contra ataques, especialmente na direita com Ruan. O time do Bugre conseguiu colocar um bom ritmo e diferente do Itaúna com melhor movimentação. O placar da primeira etapa foi mesmo 0x0, isso pelo bom posicionamento das duas defesas.
 

O jogador Rodolfo considerou o empenho dos jogadores como fator determinante para a melhora da equipe. “Com o empenho de todos os jogadores, estamos nos doando ao máximo e acertamos o posicionamento. Temos que nos doar principalmente a partir do momento que nada está dando certoe temos de entrosar e nos entregar ao máximo possível”, falou.


Para a segunda etapa a equipe voltou a mesma que terminou o primeiro tempo, sinal que o treinador gostou da equipe. “Gostei, o time começou a ter uma cara do que conversamos e a se adequar ao posicionamento e um entrosamento melhor, pois estávamos precisando”, avaliou.
 

Na segunda etapa o time do Guarani voltou com a mesma disposição em campo e o divinopolitano Ruan, na ala da direita do Itaúna continuava a levar perigo ao gol defendido por Gustavo. O Itaúna crescia no jogo e aproveitava as pequenas falhas da defesa. O balanço do sistema defensivo ainda pode ser mais rápido. Na metade da segunda etapa Brancão iniciou as mudanças. Aos 31 minutos Glauber foi à linha de fundo e cruzou, Elias subiu bonito na bola e de cabeça colocou no canto, sem chances para o goleiro tricolor. O gol acordou o Cachorrão que aos 38, em uma boa troca de passes, Paraíba concluiu da entrada da pequena área igualou o marcador.
 

O Bugre Divinopolitano jogou com Gustavo, Gil (Alessandro), Guilherme (Bruno), Carola (Igor), Renato. Guilherme Santos (Mariano), Caique, Jeferson (Glauber) e Rodolfo (Lucas). Davi (Elias) e Jackson (Pedrinho).


Para compor a equipe chegou ontem o volante Guilherme Braga, recentemente no Uberaba, o jogador tem 18 anos, 1,74m de altura e 73kg. Ele assistiu ao amistoso contra o Itaúna e gostou da postura da equipe divinopolitana. O atleta já integra a equipe nos trabalhos de hoje.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.