terça-feira, 29 de Setembro de 2015 10:56h

Empate horrível na visão dos jogadores do Atlético

O empate por 2 a 2 contra o Joinville, neste domingo, que deixou o Atlético bem mais longe da briga pelo título do Campeonato Brasileiro, revoltou o volante Leandro Donizete

Para o ‘General’, como é chamado pela torcida, um time que briga pelo título não pode perder tantas oportunidades claras de gol como o Galo em Santa Catarina.
O volante esbravejou. “Foi horrível. Um time que está brigando para ser campeão perder uns gols desses? Não pode perder. Tomamos dois gols que não existem. Um de cabeça, que a gente falou que o cara era forte, que não podia deixar correr e deixou correr. E o outro o menino de costas para o escanteio. Isso não existe. Tem que prestar atenção mais, só tá vacilando na hora que não pode”, disse.
A rodada foi péssima para o time de Levir Culpi, que viu o Corinthians ampliar a vantagem na ponta de cinco para sete pontos. Situação que, segundo Donizete, já havia sido alertada. “É o que a gente falou, não pode dar brecha. O Corinthians já é difícil perder e a gente não podia empatar este jogo nem a pau. Time brigou, fez um grande jogo, teve várias chances de fazer gol. Tem que caprichar para matar, não pode perder estes gols debaixo do gol. Aí não tem como”, afirmou.
Quem também lamentou muito o resultado foi o atacante Luan, que marcou o primeiro gol do jogo, mas acabou perdendo uma ótima chance no minuto final. “Último lance no meu pé, acabou saindo um pouco a bola. A intenção foi boa, pegar cruzado como o professor Levir pede, mas infelizmente não fizemos os gols. Tivemos muitas chances para matar o jogo e não conseguimos, inclusive eu no final”, disse.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.