sábado, 18 de Junho de 2011 13:52h Atualizado em 21 de Junho de 2011 às 11:28h. Luciano Eurides

Empenho e um pouco de sorte é o desejo de Cuca

Jogar melhor do que o adversário. Isso é importante para conseguir vencer. Mas, nem sempre, a equipe que domina as ações em um jogo sai de campo com os três pontos. E foi isso que aconteceu com o Cruzeiro nas duas partidas que fez em casa neste Campeonato Brasileiro, contra Palmeiras-SP e Santos. Apesar de ter criado mais chances de gol, a Raposa obteve empate em 1 a 1 nas duas partidas. A diferença foi que contra o Palmeiras-SP, o time estrelado foi surpreendido e saiu atrás no placar. Já contra o Santos, a Raposa vencia por 1 a 0 e levou o gol do empate nos minutos finais.


Para o jogo deste sábado, contra o América-MG, às 21h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Cuca quer que o time mantenha o mesmo ritmo, mas que, desta vez, saia de campo com a vitória. “O que o torcedor pode esperar é o mesmo empenho, a mesma dedicação, o mesmo futebol que eles jogaram nas duas partidas em casa, contra Palmeiras e Santos, todas elas bem jogadas. Não tivemos a fortuna de vencer, por questões de jogo, por não estar num dia bom de finalização, e a gente espera repetir isso neste sábado com um pouco mais de sorte e poder vencer”.


O treinador acredita que a situação não é mais preocupante porque o time, apesar de não estar conseguindo as vitórias, tem jogado bem. “Se você está em baixa, como a gente está, jogando mal, aí você tem que pensar numa série de fatores. Mas se você está num momento ruim jogando bem, é natural que seja uma questão de tempo. Jogar bem é o caminho para vencer. Não é sempre que vai jogar bem e não vai ganhar. Ás vezes você joga mal e ganha. às vezes, vai jogar bem e não ganha, é o que está acontecendo com a gente”.


Cuca está certo de que uma vitória trará de volta a tranquilidade para todos na Toca da Raposa II, para que o Cruzeiro, enfim, inicie uma reação visando brigar na parte de cima da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. “Não tenha dúvida. Você tira um peso grande, você pega o vento a favor, como se fala lá no Sul, e embala. Aí ganha a segunda, já olha na tabela se está lá pra cima, e aquele momento ruim vai fazer parte do passado”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.