sexta-feira, 28 de Novembro de 2014 06:03h Atualizado em 28 de Novembro de 2014 às 06:09h. Luciano Eurides

Empossado Conselho Municipal do Esporte

Foi empossado na tarde de ontem o Conselho Municipal de Esportes. São vinte membros, sendo dez indicados pelo Poder Executivo municipal e dez eleitos pela sociedade civil

O próximo passo é a reunião para definir a diretoria e também estabelecer o regimento interno.
Os conselheiros da Sociedade Civil são Matheus Levi Machado de Melo, Marco Lúcio da Silva Ferreira, Flávia Regina Nogueira Gonçalves, Carlos Alberto Inácio dos Santos, Luciano Eurides Corrêa, Antônio Orlando da Silva, Rodrigo Rodrigues Ferreira, Sandra Ferreira Mello, Jose Donizete Gulu e Marielle Gonzaga de Freitas Araújo.
Para o prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, embora tardio, o conselho vem para somar com políticas públicas já desenvolvidas. “Nós temos uma agenda desafiadora e temos de somar com as políticas de educação e saúde, recuperamos equipamentos importantes, como o poliesportivo, já serve muito a toda comunidade. O CSU está com a quadra coberta e iluminada, falta o término do alambrado, última pendência e também o poliesportivo de Ermida. Agora uma política moderna e integrada com a sociedade, buscando a lei de incentivo ao esporte e o ICMS esportivo, para isso há o pré-requisito da criação do Conselho Municipal do Esporte. Está criado, um aparelho novo, vai integrar o poder público com a sociedade civil, desenvolvendo projetos e chamando a iniciativa privada, desde as 700 crianças em escolas de iniciação esportiva e o calendário esportivo da cidade”, falou o prefeito.
Como já existem outros conselhos na cidade, o prefeito Vladimir Azevedo ressaltou a importância de um trabalho bem desenvolvido. “Um ou outro fica um pouco inativo, mas no geral cumpre-se um papel importante de fiscalizar o Poder Executivo, criticar e somar com projeto e políticas públicas, temos a casa dos conselhos e ali, com nosso apoio, podem desenvolver e construir uma cidade melhor”, garantiu e acredita no investimento esportivo, com retorno social. “Eu vejo o esporte como investimento no sentido de saúde pública, integração social e autoestima de cidade que passa por pessoas mais felizes e integradas”, falou.
Para Bernardo Rodrigues, o conselho nasce maduro. “Com muito trabalho pela frente, uma grande expectativa para no ano que vem ter condições de buscar recursos importantes e, mais que isso, o envolvimento da sociedade civil. Nossos conselheiros têm muito a contribuir e contamos com eles para uma política pública mais eficiente em Divinópolis”, disse.
O conselheiro Mateus Levi Machado de Melo destacou ser o Conselho uma busca antiga dos esportistas e agora nasce uma nova etapa. “Ele foi construído ao longo do tempo e hoje demos um pontapé importante para o esporte da cidade, estamos empenhados e já debatendo e a gestão esportiva ganha. Vamos de imediato fazer uma reunião dos membros, eleger uma diretoria e construir algumas ações já para o próximo ano”, destacou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.