terça-feira, 6 de Setembro de 2016 14:04h Luciano Eurides

Encerrada a Copa Cegesp de Futsal

POR LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

 

Foi encerrada no último sábado a Copa Cegesp de Futsal, competição que reuniu escolas e projetos sociais de Divinópolis, Carmo do Cajuru e Formiga. As semifinais foram jogadas na manhã do sábado e as finais na tarde, sendo conhecidas as campeãs e premiadas.

Na categoria 2005-2006, a AE Gestão Esportiva não esteve bem na semifinal, voltou para a disputa do terceiro lugar e fez uma partida digna de final. Assim, mostra que os atletas estão no caminho para ganhar o equilíbrio e, assim, conquistar títulos. Qualidade a equipe demostrou, especialmente na partida da tarde. Já a decisão, reuniu a equipe do Real Rosário, da cidade de Formiga, com muita qualidade, mas erraram coisas fáceis, pode ser colocado na conta do azar, e a equipe do Divinópolis Clube, que teve mais objetividade, não forçou as jogadas mais difíceis e aproveitou os erros do adversário. Mais concentrada e fazendo um jogo mais técnico, o time de José Maria Melo levou o titulo ao vencer o Real Rosário.

Na categoria 2003-2004, a equipe do Cegesp foi campeã em cima do Sesi, uma partida difícil, muito disputada no corpo a corpo. O terceiro lugar ficou para a equipe do Projeto Bom de Bola, onde fez o artilheiro Mateus Leonardo. Nesta categoria, a cidade de Divinópolis liderou, bom sinal para o futuro.

Na categoria 2000-2001-2002, a final mais disputada e o melhor futsal. Foi altamente técnica, com duas equipes bem postadas em quadra, sabendo o que fazer e com jogadas próprias e delas saíram alguns gols. O nível foi alto e a concentração também. O Nova Geração abriu o placar, o Real empatou e cresceu, o Nova Geração conseguiu se impor em quadra. No final, o Real encontrou forças e pulou à frente no placar, Nova Geração teve novamente de se impor e o jogo terminou empatado. A decisão foi para os pênaltis e o Nova Geração venceu com 100% de aproveitamento.

O Nova Geração, de Carmo do Cajuru, trouxe à quadra Artur Alves, ele lidera a equipe com maestria. O atleta falou da transição do campo (onde defendeu o Vasco da Gama) para a quadra e a importância da vitória. “Realmente tivemos de batalhar muito para conquistar esse título e felizmente ele veio, só tenho de agradecer a Deus e a Samara, que vem nos apoiando. Quando estava 4x2, eu particularmente achei que já estava ganho e sofremos dois gols, quando tomamos a virada, isso abalou nossa equipe, mas corremos atrás do resultado e ganhamos nos pênaltis. Essa vitória é graças ao treinamento, treinamos os pênaltis e deu certo. No campo, eu parei, jogando no futsal, esse time é da nossa escola e treinamos toda quarta-feira. O nome é nossa meta de ser a Nova Geração do Futsal de Carmo do Cajuru”, falou ele, que é aluno da Escola Vigário José Alexandre.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.