terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012 16:39h Atualizado em 29 de Fevereiro de 2012 às 09:34h. Luciano Eurides

Encerrado o turno da Copa Futuro


No final de semana terminou o turno de classificação da Copa Futuro de futebol juvenil.  Na comunidade dos Gamas, em Nova Serrana o Araújos conseguiu um empate com sabor de vitória. No clássico divinopolitano o Palmeiras perdeu gols incríveis e o Vasco da Gama não perdoou.
O Juventus atua no campo dos Gamas já que o estádio deles passa por reformas visando o Campeonato Mineiro das categorias de base.  Em partida válida pela chave ‘A’ o Araújos, por conseguir um empate fora de casa e diante de adversidades comemorou o resultado. O Juventus começou vencendo com mais um gol de Tales, mas cedeu o empate para a equipe de Araújos que marcou com Luís Fiúza. O atacante é ousado, e foi protagonista de uma linda bicicleta dentro da área, a bola assustou o goleiro neoserranense.
O Juventus voltou melhor no segundo tempo e com 12 minutos de jogo já tinha criado duas oportunidades para abrir o placar. Aos 20, o goleiro Gabriel, do Juventus, fez ótima defesa. Já o foleiro do Araújos jogou todo o tempo com dores na perna e não conseguindo equilibrar-se e ninguém conseguiu se aproveitar da situação. Registra-se também a excelente atuação do zagueiro e capitão Éder Gabriel.
Para o treinador Andrinho, da equipe do Araújos, gostou do time. “Foi um bom jogo, mesmo porque não estamos treinando, estamos com um projeto bom, tentaremos uma categoria 96 forte e também outras categorias menores”, falou e espera o jogo de abertura do returno uma melhor atuação mesmo porque o campo do Araújos é maior e de um gramado diferente.
O zagueiro Éder Gabriel teve muito trabalho. “Com certeza, um jogo nervoso, o goleiro machucado e o time desfalcado, estaremos em casa, e mais motivados”,  falou.
O treinador da equipe do Juventus também gostou do jogo. “Faltou condicionamento físico e trabalho coletivo, ainda estamos com o campo em reforma e essa competição é nossa forma de encontrar entrosamento para o Campeonato Mineiro”, alertou.
Ainda, em Oliveira, o Dom Bosco e Tupanuara de Carmópolis fizeram o Clássico da 381. Além da rivalidade o visitante precisava da vitória para se reabilitar na competição. O Dom Bosco com desfalques importantes deu ao Tupanuara a aposta no contra ataque puxado pelo atacante Chumbinho, mas não teve sorte numa chance clara de gol. O Dom Bosco abriu o placar com um chute para cima e a bola caiu direto atrás do ótimo goleiro Artur que nada pode fazer.


CHAVE ‘B’
O Vasco da Gama pode ter se reabilitado na competição, pois soube usar melhor o clássico. O Palmeiras, jogando em casa, mas com alguns pontos fracos na equipe, cedeu espaço e o Vasco comandou boa parte da partida. Vinícius abriu o marcador para o Vasco da Gama com uma tabela com João Vitor chegando à cara do gol e fuzilando as redes de João Paulo. No segundo tempo, Higor empatou para o Palmeiras logo aos cinco minutos de jogo. China, até então na reserva entrou na partida e colocou fogo no clássico. Dividiu a bola com os zagueiros e o goleiro, e o jogo ficou aberto. Ele mesmo, China perdeu um gol incrível.
O Palmeiras estava melhor em campo, e tentando fazer o segundo gol, o time alvinegro encontrou um ótimo contra ataque. João Vitor lançou Rodrigo, o atacante recebeu o lançamento dominou e com tranquilidade deu os três pontos para a equipe.  João Vitor, decisivo na partida garante que uma vitória no clássico pode mudar os rumos da equipe na competição. “Estamos em busca do título e vamos com tudo para cima do Palmeiras para vencer de novo. Ainda não temos o entrosamento necessário, mas a tendência é melhorar, tive a felicidade de acertar aquele lançamento para o Rodrigo fazer o gol”, disse.
O Independente de São José dos Salgados foi á Cláudio e surpreendeu o líder da chave vencendo com dois gols de Rodolfo e um de Mateus.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.