quinta-feira, 14 de Março de 2013 07:32h Luciano Eurides

Equipes divinopolitanas ainda sem força total na Imef

O Vasco da Gama recebeu o Jaraguá de Belo Horizonte. Na categoria 2000, o time de Divinópolis venceu a equipe da capital por 1x0.

Os times divinopolitanos do Vasco da Gama, Palmeiras e Flamengo entraram em campo nas categorias 98,99 e 2000 pelo campeonato do Instituto Mineiro de Escolinhas de Futebol (Imef) e ainda não com força total, sinal de bons resultados pela frente.
O Vasco da Gama recebeu o Jaraguá de Belo Horizonte. Na categoria 2000, o time de Divinópolis venceu a equipe da capital por 1x0. Já na 99, um time muito nervoso, teve três jogadores que receberam cartão e o time acabou achando um pênalti no final da partida e o empate em 1x1 premiou a equipe cruzmaltina com um ponto. Segundo o técnico Felipe Azevedo, os jogadores podem ter entendido errado as determinações técnicas. “Surpreendido, nosso time não é disso, estávamos muito passivos e pedimos uma reação e eles entenderam de forma errada. Pedimos foi uma melhora, começaram a bater, e o empate veio no finalzinho e acabou sendo salvador. A grande diferença foi o pessoal que veio do banco com muita vontade”, falou.
O Vasco da Gama fez uma partida bastante observada na categoria 98 por ser uma equipe para disputar o Campeonato Mineiro da Federação Mineira de Futebol (FMF) e alguns detalhes importantes já podem ser considerados. É um time de reação, saiu perdendo e buscou o resultado. A estréia de Luís Junior, ou Juninho como era conhecido quando jogava no Flamengo, foi um espetáculo. O eterno reserva Rubro Negro virou artilheiro cruzmaltino. Vestiu a camisa, assumiu a titularidade e falou com tom de desabafo. “Graças a Deus boa estréia, no Flamengo muita panelinha e no Vasco quem treina é titular, temos um time muito bom e vamos lutar pelo título. Vim por vontade própria e consegui encontrar meu espaço, lá no Flamengo me faltava oportunidade, eu não tinha muito entrosamento com os meninos, estou feliz aqui no Vasco”, disse. Vitor é hoje um dos atletas mais técnicos da categoria, além de boa condição física, ele cresceu e usa esse fator a favor da equipe. “Estamos trabalhando muito e temos de melhorar, estamos na superação, função nova e estou me sentindo bem”, garantiu.
O Palmeiras estreou contra o Pequeno atleta, na região metropolitana de Belo Horizonte, na categoria 00 e venceu por 2x0, empatou sem gols na 99 e venceu por 2x0 na categoria 98. Já pela Taça Pará de Minas o alviverde perdeu por wo, esqueceram a súmula do jogo e assim o Jusa Fonseca fica com os pontos. Na 2000 venceu por 6x1 e 2002 Palmeiras venceu por 2x1.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.