sexta-feira, 30 de Março de 2012 19:36h Atualizado em 31 de Março de 2012 às 08:51h. Luciano Eurides

Esquema de jogo cruzeirense é mantido contra o Boa

O Cruzeiro encara com muita seriedade a partida deste sábado, contra o Boa Esporte, às 17h, no estádio do Melão, em Varginha-MG, pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro.
Após o treinamento desta sexta-feira, o técnico Vágner Mancini concedeu entrevista coletiva na Toca da Raposa II e confirmou a manutenção do esquema com três atacantes, que foi adotado nas últimas partidas, além de levar força máxima para o duelo. “(O Cruzeiro) Vai forte. A gente até sabe o que é jogar lá. O campo oferece um pouco mais de condição do que em outras cidades do interior. É importante que a nossa equipe possa mostrar, mais uma vez, que tem um padrão de jogo mais avançado. Ainda não está o ideal, mas é uma equipe que já desenvolve um bom volume de jogo, que joga usando bem os dois laterais, a turma da frente também vem ajudando muito, não só na parte ofensiva, mas na marcação também. Isso gera equilíbrio. Dessa forma a gente vai enfrentar o Boa, uma equipe que normalmente joga um pouco mais fechada, com jogadores rápidos. Acho que tem tudo para ser um bom jogo”, afirmou o treinador, que também falou da manutenção do esquema 4-4-3. “O esquema vai ser mantido. Nós entendemos que não há razão para a gente modificar uma coisa que vem dando certo. Dentro do jogo a gente pode usar alguma variação. E com esse esquema de jogo, também, utilizando o Wallyson e o Wellington Paulista por fora, um dos dois podem, eventualmente, vir a jogar de meia e, com esses atletas mesmo, a gente mudar o esquema de jogo passando a atuar com dois atacantes. Depende muito daquilo que for apresentado no jogo. Essa é uma leitura que às vezes a gente faz de fora do campo e que os atletas também têm que fazer. E quando eles fazem, eles têm total liberdade para fazer o encaixe já do jogo. Então, espero que essa maturidade também em termos táticos possa nos dar ganho nesses jogos”.
De qualquer forma, Vagner Mancini sabe que o Cruzeiro não terá facilidades para buscar a vitória sobre o Boa Esporte. “Nós sabemos do esforço que tem que ser colocado em prática para que você possa ser superior e vence os jogos fora de casa. Num estádio que não é o nosso, com um clima às vezes diferente daquele que é jogado aqui ou em Sete Lagoas. Então, as dificuldades existem. Basta você saber conviver com elas e ser o mais direto possível, o mais objetivo possível dentro de campo, para que tudo seja favorável”.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.