segunda-feira, 20 de Janeiro de 2014 06:58h

Estádio de Huancayo será palco da estreia do Cruzeiro

O Cruzeiro ficou sabendo nesta quinta-feira que jogará a partida de estreia da Copa Libertadores na altitude. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) enviou um fax confirmando que o local do jogo contra o Real Garcilaso-PER, dia 12 de fevereiro, será no estádio de Huancayo, na província de mesmo nome localizada a aproximadamente 300 quilômetros de distância da capital Lima e a 3200 metros de altitude.
O diretor de futebol, Alexandre Mattos, afirmou ter recebido o comunicado da Conmebol, mas explicou que o Cruzeiro ainda pode encontrar dificuldades para chegar à província de Huancayo porque o aeroporto da cidade só comporta aviões menores. Além disso, o dirigente espera a aprovação das emissoras que detêm os direitos de transmissão para confirmar o local. “Eles mandaram um fax e a tendência é que seja lá (Huancayo). Tem que conversar com a televisão ainda. Já estamos olhando a logística, a cidade parece que fica a 300 km de Lima, tem avião que vai lá, mas é avião de porte menor. Estamos vendo as possibilidades e até semana que vem acredito que a situação estará defininda”, comentou.
Por causa das obras de reforma no estádio Inca Garcilaso de La Vega, localizado em Cuzco, o Real Garcilaso não possui uma casa definida para mandar seus jogos. Durante o Campeonato Peruano, o clube vinha realizando as partidas nas cidades de Urcos, a 3200 metros de altitude, e em Espinar, a 3900 metros acima do nível do mar.
Como a logística para o duelo não será dos melhores, o Cruzeiro poderá optar por adiar o jogo contra o América, dia 9 de fevereiro, às 17h, no Mineirão. Mesmo assim, a agenda do time celeste ficará apertada. Logo depois da partida com o Real Garcilaso, o clube celeste terá o clássico com o Atlético, marcado para 16 de fevereiro, no Independência.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.