quinta-feira, 14 de Julho de 2016 14:59h Site Oficial do Cruzeiro

Ezequiel é apresentado como reforço para a lateral-direita celeste

O lateral-direito Ezequiel foi apresentado na manhã desta quinta-feira, na Toca da Raposa II

Contratado junto ao Cricíuma, o reforço de 23 anos falou sobre suas características dentro de campo e da enorme responsabilidade de jogar em um Clube gigante da série A do Campeonato Brasileiro.

“A principal característica do lateral brasileiro é atacar bastante, mas precisamos do equilíbrio, fechar a linha de quatro em alguns momentos. Estou pronto para fazer o que o treinador pedir. Jogar no Cruzeiro sempre tem pressão, principalmente quando os resultados não vêm. Precisamos estar sempre concentrados, preparados para fazer o que o treinador pedir. Tenho certeza que, desta forma, a torcida começará a apoiar”, disse o reforço.

 

 

Com passagem pela Europa, o lateral-direito vem de uma sequência boa de jogos pelo Cricíuma, lutando pela liderança do Campeonato Brasileiro da série B. O jogador, que foi escolhido o melhor da posição no último campeonato catarinense, falou que conhece a cobrança da torcida celeste, mas aposta que o apoio vai acontecer assim que entrar em campo. 

 

 

"Fui emprestado para o Braga aos 19 anos, pude aprender bastante, na parte tática. A comissão me passou alguma ideia da filosofia deles e isso me fez lembrar da passagem pelo Braga. Venho de uma temporada muito boa, fui eleito o melhor lateral do catarinense, vinha muito bem na série B, brigando pela parte de cima da tabela. Claro que tem a cobrança da torcida, mas quando entrar em campo vão me apoiar. Jogar no Cruzeiro sempre tem pressão, principalmente quando o resultado não vem. É trabalhar, fazer o que o treinador pedir, depois que o resultado positivo vier tudo mudaJá fiz mais de 30 partidas este ano, é só esperar a regularização que vou estar em condição de jogo", declarou Ezequiel. 

 

 

Seguindo a trajetória do jogador Maicon, que teve passagem pelo Cruzeiro e que veio do Cricíuma, Ezequiel se espelha no colega de profissão e espera marcar sua história pela Toca da Raposa II.  "Maicon é uma das minhas inspirações como lateral, espero fazer a minha história, mas me espelho nele. Espero ter boas atuações nesta passagem". completou.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.