sexta-feira, 16 de Janeiro de 2015 09:43h Atualizado em 16 de Janeiro de 2015 às 09:53h. Luciano Eurides

Fábio Júnior é apresentado como homem gol do Guarani

No início da tarde de ontem o Guarani apresentou o atacante Fábio Júnior, recém-contratado para ser o centroavante do Bugre no campeonato mineiro de 2015

Na parte da manhã ele fez os exames médicos e na parte da tarde finalizou a avaliação física. Logo depois foi feita a apresentação à imprensa.
O vice-presidente do Guarani Vinícus Morais representou a diretoria e falou sobre a contratação que é feita por meio de um grupo de empresários e parcerias. “Um momento importante para o Guarani e para o esporte da cidade. Enaltece o trabalho de todo mundo essa vinda para Divinópolis. Ele dispensa comentários, o currículo dele é muito extenso e vem para somar. Guarani ganha, Divinópolis ganha, imprensa ganha e o campeonato mineiro ganha mais um atrativo e ficamos felizes por esse acerto. Vai além da parte técnica e sim um perfil de atleta e pessoa dentro daquilo que é o grupo do Guarani, com caráter e postura. O Fábio chega com apoio dos parceiros e patrocinadores do Clube e estes entenderam que a presença do Fábio enaltece a marca”, garantiu.
De acordo com Fábio Júnior, ele já conhece o clube e a cidade, o que facilitou o acerto. “Estou feliz e motivado em disputar essa competição. O Guarani que escolhe o jogador, outros atletas poderiam estar aqui, mas eu fui o escolhido e espero que possa honrar essa camisa e alcançar os objetivos”, falou.
Sobre a questão física ele disse que depende mais da comissão técnica. “No que depende de mim, estou bem. Sempre fui um atleta cuidadoso extra-campo e não tenho dificuldade para entrar em forma. Nesses quinze dias vou dar meu máximo para estar dentro do esperado para a estreia. Difícil estar 100% no primeiro jogo, mas certamente perto disso e pronto para ajudar no que for preciso”, destacou.
Com um currículo repleto de grandes clubes nacionais e internacionais, o jogador admite certa responsabilidade dentro do grupo. “A responsabilidade sempre existiu por todos os clubes onde joguei e aqui não vai ser diferente. Mas cada um tem de assumir sua parcela, eu assumo a minha e eu sei que existe a expectativa e cobrança em torno de Fábio Júnior e estou acostumado a vivenciar dentro do futebol e preparado para mais esse desafio e vamos vencer”, declarou.
O atleta tem 37 anos de idade e diz que essa é uma motivação a mais para ele. “Meu foco é dentro do profissionalismo. Desde criança escolhi ser jogador de futebol e sei que é uma carreira curta e quero aproveitar todo momento que se tem. Eu escolhi e nunca perco essa motivação. Gosto de pegar o Zé Roberto de exemplo, não que ele seja o principal, mas pelo que faz e fala: 'A idade é apenas números', vale é o que se sente e seu corpo, se está bem, e hoje me sinto motivado e muito bem para exercer a minha profissão”, ressaltou.
A vinda de Fábio Júnior é uma parceria de empresas para saldar a conta de um salário alto para os padrões normais de um clube do interior. Para o jogador, esse sistema é visto no futebol por todo Brasil. “Todos sabem que comecei no interior, no Democratas de Valadares, e sei o quanto é difícil de arrecadar recursos. É sempre bom encontrar parceiros que acreditam e investem, viabilizaram minha vinda e fico feliz com esse acerto”, disse.
Ele contou que já conhece o Farião. “Sempre tive sorte jogando aqui. Fizemos [Democratas] um jogo contra o Cruzeiro aqui em Divinópolis e logo depois fui contratado. Ainda bem que ele acabou me levando. E o calor que faz aqui faz lá também e não é problema”, destacou.
Em 2014 o jogador atuou pelo Minas Boca e caiu para o Módulo 2. Fábio acredita que faltou planejamento e acusou a ex-equipe de ser muito jovem. “O Guarani é um clube quase centenário e tem um planejamento e tudo dentro de um estudo e há condições de trabalho e estrutura. Ano passado estava em um time jovem e houve dificuldade, não que não queriam fazer, mas não tinham condições e tivemos os problemas, isso é coisa do passado, temos coisas boas na carreira e gosto mais de falar dela e fazer uma trajetória feliz”, desconversou.
Sobre a torcida, o jogador falou que já teve contato com ela como adversário e a espera a favor dele. Ressaltou ainda ter condições de ser exemplo, se necessário, para os jovens e que chega para ajudar o grupo. “Tenho uma reação dentro de campo muito boa e o que tiver de passar de experiência para os mais novos, podem contar comigo”, disse.
O atacante seguiu para o estádio Waldemar Teixeira de Faria onde realizou o primeiro treino. Hoje os trabalhos começam às 9h. Às 22h a equipe segue para Sorocaba e faz três jogos treinos, contra o São Bento, contra o Ituano e também Capivariano.

NOTA
Sobre os valores destinados à contratação de Fábio Júnior, em referência aos investimentos do clube, o vice-presidente Vinícius Morais enviou nota dizendo: “Apenas para esclarecimentos, o orçamento apresentado para folha salarial não foi extrapolado, até pelo contrário, dentro do estabelecido ainda temos margem para contratação, vinda do Fábio, assim como de qualquer outro atleta foi pensada e estudada toda situação antes de ser concluída”, fala.

TREINO
Fábio Junior treinou em separado junto com alguns atletas, houve gols, sendo que Djalma cruzou e Cury, deu um voleio mascado. Depois, lançamento de 50 metros de Iago para Marcinho, ele fez a bola passar por entre as pernas do marcador e chutou cruzado. Roger, na lateral direita, jogou bem. Rafael Jatai não treinou, sendo: George, Roger, Marx Ferraz, Thiago Papel, Iago, Vinícius Kiss, Leandro Ferreira, Djalma, Michel Cury, Marcinho e Walterson (Tardelli).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.