quinta-feira, 5 de Junho de 2014 05:12h

Felipão admite início ruim da Seleção Brasileira

O treinador da Seleção Brasileira, Luís Felipe Scolari, abriu a entrevista coletiva admitindo os erros

"Minha preocupação continua, mas não do mesmo nível do domingo. Melhoramos, mas ainda sabemos que temos um bom caminho a percorrer", disse Felipão após o amistoso, ressaltando que ainda "falta um pouco" para a Seleção estar pronta para a estreia na Copa do Mundo, marcada para o dia 12, contra a Croácia, no Itaquerão.
Felipão fez a ressalva de que o time está treinando há pouco tempo, mas apontou problemas na atuação brasileira no começo do jogo contra o Panamá. "Faz três meses que eles jogaram juntos pela última vez e têm sete dias de treinamento. Dá para dar um certo desconto. Mas deu errado, sim, nos primeiros 20 minutos. Poderia ser muito diferente se fosse um outro adversário", explicou.
Segundo ele, o Brasil tentou começar o jogo pressionando o adversário, como está acostumado a fazer. "Mas deu errado. A gente estava mal distribuído em campo e não deu para fazer aquilo que a gente faz. Fizemos mais tarde", disse Felipão. "No segundo tempo, houve muito mais movimentação, mais posse de bola, mais acerto nos passes e mais agilidade."
O técnico também lembrou que o Panamá jogou fechado na defesa e "não tinha espaço mesmo para jogar". "Quem joga com duas linhas de quatro, lá trás, até o primeiro gol dificulta. Depois, abre", contou Felipão. "O teste valeu a pena, sim. Agora, tem que continuar nesse mesmo ritmo até o amistoso de sexta [contra a Sérvia no Morumbi] e, depois, até o jogo com a Croácia, quando vamos estar num nível bem melhor."

 

 

Força máxima na sexta-feira
Depois de poupar o zagueiro, Thiago Silva, e os volantes, Paulinho e Fernandinho, na vitória sobre o Panamá, por 4 a 0, nesta terça-feira, em Goiânia, o técnico, Luiz Felipe Scolari, planeja ter força máxima para o próximo amistoso da Seleção Brasileira. Na sexta, o Brasil enfrenta a Sérvia, no Morumbi, em São Paulo, no último teste antes da estreia na Copa do Mundo.
Dos três jogadores poupados diante do Panamá, que ficaram treinando na Granja Comary, o caso mais complicado era de Paulinho, com dores no tornozelo esquerdo. Mas, segundo os médicos da Seleção, ele já está completamente recuperado. Enquanto isso, Thiago Silva e Fernandinho fizeram apenas um trabalho físico especial, para melhorar a forma antes da estreia contra a Croácia.
"Na sexta-feira, nenhum jogador será poupado. Os que estão na Granja terão condições de jogo", avisou Felipão, na entrevista coletiva após a vitória sobre o Panamá. Ele descartou, inclusive, a possibilidade de dar um descanso para Neymar, ao lembrar que o astro brasileiro precisa de ritmo de jogo, pois perdeu o final da temporada no Barcelona por causa de lesão.
Assim, Felipão prevê escalar no amistoso diante da Sérvia o mesmo time que pretende utilizar na abertura da Copa, dia 12, no Itaquerão. "A ideia é colocar 100% da equipe que poderá iniciar o jogo contra a Croácia", avisou o treinador.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.