terça-feira, 25 de Janeiro de 2011 00:00h

Flamengo e Bahia decidem a Copinha

Luciano Eurides

Duas grandes equipes do futebol brasileiro decidirão a Copa São Paulo de Futebol Junior, hoje às 10h, no estádio Pacaembu, com transmissão dos canais de televisão Sportv, Rede Vida e ESPN.

O time carioca teve dificuldades contra o Desportivo Brasil, no estádio Nicolau Alayon, e empatou sem gols no tempo normal, porém na disputa de pênaltis, venceu por 3 a 0 e festejou a vaga na final. Em partida muito equilibrada, as primeiras jogadas de perigo partiram do Flamengo. Muralha acertou um belo chute de fora da área e mandou no ângulo, mas Augusto espalmou para escanteio. O Desportivo Brasil criou chances com Delatorre, que encheu o pé de fora da área, mas o goleiro rubro-negro evitou o gol. Após o intervalo, os times voltaram preocupados com a marcação, mas não abdicaram do ataque. Augusto trabalhou em algumas oportunidades e
César nem precisou, já que a pontaria do time de Porto Feliz estava descalibrada na tarde deste sábado.

Nos pênaltis, o Desportivo Brasil acabou desperdiçando as três cobranças que fez. O Flamengo aproveitou três dos quatro penais batidos e venceu por 3 a 0. César defendeu os chutes de Diego Teodoro e Delatorre, com Dwan mandando a bola muito longe, por cima do gol. Frauches fez o terceiro, que garantiu a festa rubro-negra na capital paulista.

América
Na semifinal entre América-MG e Bahia, no estádio Prof. Luiz Augusto de Oliveira, em São Carlos, o time baiano venceu por 2 a 1, garantiu a vaga na finalíssima. Tão logo o árbitro apitou o início de partida, o Bahia partiu para o ataque e aos dois minutos, Matheus fez grande defesa em chute de Brendon. No minuto seguinte, Caleb chutou cruzado e acertou a rede pelo lado de fora, na resposta mineira.

As equipes se alternavam no campo ofensivo até que aos 30 minutos, Bryan derrubou Madson na área. Pênalti. Madson cobrou com categoria e abriu o placar para o Bahia.

Assustado, o Coelho passou a trocar passes no meio de campo e se refez do golpe. Aos 37 minutos, Caleb pegou rebote na entrada da área e bateu forte, cruzado. A bola passou debaixo das pernas do marcador e enganou o goleiro Renan, que nada pode fazer: 1 a 1.

A igualdade foi para o segundo tempo e o Bahia comandou as principais jogadas de perigo até que aos 18 minutos, em cobrança de falta em dois lances, a bola foi rolada para Madson, que encheu o pé e mandou no canto direito de Matheus para marcar o gol da vitória baiana.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.