terça-feira, 29 de Abril de 2014 06:38h Luciano Eurides

Flamengo e Vasco da Gama fecharam a fase de classificação no Mirim, Pré-infantil e Infantil da Imef

Na manhã do último domingo o Flamengo recebeu o Vasco da Gama pela última rodada da fase de classificação do Instituto Mineiro de Escolinhas de futebol (Imef).O clássico divinopolitano marcou, na categoria mirim, a vitória rubro-negra por 4 a 0, e se cla

O clássico divinopolitano marcou, na categoria mirim, a vitória rubro-negra por 4 a 0, e se classificou para a próxima fase. Na Pré-infantil a vitória foi cruzmaltina, por 1 a 0, gol de Natan. O Infantil teve a vitória do Flamengo, no qual o Vasco da Gama sentiu a sequência de jogos, o time do Mendes Mourão goleou 4 a 1.

Na categoria Mirim, o time rubro-negro logo fez 3 a 0. Leozinho abriu o placar e Rondinelle, com dois gols, fez o placar favorável. No segundo tempo o time do Vasco da Gama voltou melhor, soube segurar, até que Rondinelle voltou a marcar e fez o quarto gol da equipe. Com o resultado, o Flamengo está classificado. Já o Vasco da Gama aguarda a definição de outras partidas da rodada.

O atacante Rondinelle falou que Flamengo e Vasco é um grande clássico e esperava um placar mais apertado. “O Vasco é um time forte, pensava em um placar mais equilibrado. Nosso time tocou muito bem a bola e o treinador pediu raça e vontade e conseguimos o placar. Vamos aguardar a confirmação do adversário e ter determinação para conseguir um bom resultado”, observou e muito bem.
O ala da direita da equipe cruzmaltina confessou não ser o dia da melhor apresentação do time, pois vem de uma sequência forte de jogos e o físico não acompanhou a motivação do atleta. “Acho que o time sentiu muito o fato de termos dois jogos no final de semana e o apito ajudou bastante. Perdemos mais no campo que no apito, foi um jogo só de primeiro tempo, chegamos a igualar na segunda etapa, mas não o suficiente para o resultado. Sentimos o campo, estranhamos sim e temos de nos acostumar, treinar. Já tem jogo no próximo final de semana e vamos aguardar um novo clássico pelo campeonato da cidade para uma boa revanche”, explicou.

No jogo válido pela categoria Pré-infantil, o Vasco da Gama fez algo pouco visto no futebol de base. Estabelecer o ritmo da partida e permanecer nele até o final. Com uma obediência tática e muita técnica o elenco cruzmaltino venceu o Flamengo dentro do Mendes Mourão. A boa apresentação rendeu ao time o resultado positivo e o gol de Natan, em jogada ensaiada, garantiu o primeiro lugar no grupo e segundo geral.

O time visitante ditou um ritmo acelerado, teve mais volume de jogo, ganhou a segunda bola e o domínio foi premiado com o gol de Natan. Em cobrança do escanteio, os jogadores em fila se deslocaram e o zagueiro entrou cabeceando para o fundo do gol. Houve ainda outras oportunidades, mas a defesa rubro-negra salvou. Com o resultado, o time cruzmaltino chega aos 13 pontos, e faz até a semifinal em casa. O Flamengo também está classificado, mas em terceiro lugar.

O atleta Natan comentou como foi a preparação e execução desta partida. “Fizemos o que o técnico pediu, que era a triangulação. Tocamos a bola e em um lance de escanteio tive a oportunidade de fazer meu gol. Tínhamos três jogadores, um atrás do outro, cada um para um lado e entrei por trás do goleiro e fiz o gol, uma jogada ensaiada e preparada pelo nosso técnico. Trabalho realizado durante a semana com nosso treinador e também outras jogadas para a sequência da competição. Que outras vitórias venham”, contou o zagueiro.

Na categoria Infantil o Flamengo encontrou um Vasco da Gama desgastado por uma partida classificatória pela Copa Super Craque. O time da casa nada tinha a ver com isso, partiu para o ataque e conseguiu os gols que precisava. Dadinho abriu o placar, Kaio aumentou e Chicletinho fez o terceiro gol. O Vasco da Gama diminuiu com David, mas Dadinho fechou o placar em 4 a 1.
O atacante Dadinho comentou a boa partida dizendo ser uma necessidade da equipe jogar bem agora e no futuro dentro da Imef. “Muita raça, como foi contra o Riachinho quando saímos perdendo e tivemos muita raça. Hoje, novamente, ganhamos o clássico. Os gols têm de sair e nossos atacantes vivem de gols. Está bom, classificado, queremos o jogo em casa, a viagem desgasta e atrapalha, mas se for fora, estamos aqui para isso”, garantiu.

 

Flamengo
Nas categorias 2002, 2003 e 2004 o time perdeu para o Santa Cruz, pelos placares de 1 a 0, 1 a 0 e 2 a 1 respectivamente. A derrota em casa pode custar caro para a equipe rubro-negra.

 

Palmeiras
O time alviverde do Afonso Pena foi a Sete Lagoas, onde enfrentou o América e, na categoria Infantil, empatou em 0 a 0. Na Pré-infantil, venceu por 3 a 2. Na Mirim, perdeu de 2 a 1.

 

Classificação
A Imef continua com vários resultados contestados pelos clubes e, enquanto não houver a reestruturação da entidade para informar corretamente os placares, não há como definir as posições, melhor ataque e melhor defesa. Infelizmente, a entidade está deixando todas as equipes com queixas e nada é feito para melhorar.

 

Crédito da foto : Luciano Eurides

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.