quinta-feira, 15 de Maio de 2014 06:55h Atualizado em 15 de Maio de 2014 às 06:59h. Luciano Eurides

Flamengo Pré-infantil venceu duas vezes no final de semana

O Flamengo do Mendes Mourão, Categoria Pré-infantil, foi a Betim na manhã de sábado e venceu o jogo por 2 a 1.

Com o resultado, o time está classificado para as quartas de final e, no domingo pela manhã, passou pelo Cruzeiro de Pará de Minas, por 1 a 0.
O Flamengo, pelo Imef, foi a Betim onde começou o jogo vencendo. O atleta João Vitor chutou a bola da lateral do campo, ela ganhou altura e caiu atrás do goleiro e dentro do gol. O auxiliar confirmou que a bola entrou, foi contestado, e até a rede foi conferida, mas estava em perfeito estado. No segundo tempo, João Vitor Alves (Tadelli) chutou de fora da área e fez 2 a 0. O time do Sesi tentou a reação, chegou a diminuir o marcador, mas com duas boas defesas de Cristian o placar ficou mesmo favorável ao time de Divinópolis.
Na próxima fase o adversário sairá do jogo entre Comercial e Bangu. Para Igor, zagueiro do Flamengo, seria uma boa oportunidade de se enfrentar o Bangu. “Foi difícil, dominamos o primeiro tempo, mas eles apertaram na segunda etapa e facilitou o fato de fazermos os gols, pois logo eles diminuíram e tivemos dificuldades no final, mas conseguimos. Eu prefiro pegar o Bangu, pois já jogamos contra o Comercial, o time é bom, mas o Bangu ainda não conhecemos”, declarou.
Já na manhã do domingo o compromisso foi contra o Cruzeiro de Pará de Minas. O time teve disposição em campo e manteve o esquema tático. Não errou, venceu por 1 a 0, com gol de João Vitor Alves, em cobrança de pênalti.
O autor de dois gols no final de semana falou sobre a nova postura da equipe após algumas derrotas. “Essa semana acertamos no treinamento, faltava posicionamento, corrigimos e deu certo, o time voltou a render. Fizemos dois jogos e um pouco desgastante, hoje dominamos boa parte do jogo e eles nem tiveram chance de gols. Não temos um cobrador oficial de pênaltis, o Wesley me escolheu hoje. Próximo jogo pode ser outro, temos o Eduardo, Passarinho, Felipe e Igor que também batem bem”, falou ele.
João Vitor Alves tem conduzido o time aplicando velocidade ou cadenciando o jogo. Ele reafirmou a mudança tática. “Conversamos muito para adiantar a marcação. O meio do adversário sempre tinha muito tempo para pensar, estamos encurtando o espaço deles e não os deixando jogar”, explicou.


Crédito da foto: Luciano Eurides

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.