quinta-feira, 26 de Julho de 2012 16:56h Gazeta do Oeste

Fortalecido e em busca da décima vitória, Atlético enfrenta o desfalcado Santos

Já na 12ª rodada, o Atlético pode alcançar a sua décima vitória no Campeonato Brasileiro deste ano. O Santos é o desafiante na noite desta quinta-feira, no Independência. A partida coloca frente a frente, a partir das 21 horas, um grupo praticamente completo contra outro bastante desfalcado.

 

 

No lado atleticano, apenas Leandro Donizete é ausência entre os titulares e dá lugar a Serginho. Neto Berola segue sem condições de jogo, aprimorando a forma física após deixar o departamento médico. O goleiro Renan Ribeiro viajou para a Olímpiada de Londres, mas é apenas opção para a posição que já tem Victor e Giovanni. A força do grupo é aliada do Galo para manter a ótima fase no Brasileirão.

 

Já o Santos sofre com muitas ausências. Neymar, Ganso, Rafael, Fucile e Edu Dracena são jogadores importantes que não jogam. As baixas do time de Muricy Ramalho podem ajudar o Atlético. Mas o volante Pierre adota um discurso respeitoso em relação ao adversário.

 

 

“Neymar e Ganso são grandes jogadores, mas sem dúvida o Santos merece todo nosso respeito, nossa marcação. Para mim não vai mudar em nada não contar com esses jogadores, tem o Felipe, que está vivendo grande momento, tem Arouca, Adriano, um time de qualidade, então não tem isso, vamos ter atenção especial”, afirma.

 

Fato é que o Atlético não tem dado vez a equipes fragilizadas no Campeonato Brasileiro. O triunfo ante o Internacional na quarta-feira passada é um exemplo disso. Na ocasião, o adversário também estava desfalcado.

 

 

Contra equipes completas ou não, a equipe de Cuca tem feito bem o seu papel em campo e passa a ser mais respeitada na briga pelo título. Vencer o Santos aumentará a credibilidade alvinegra e representará a décima vitória alvinegra no Brasileirão já na 12º rodada, marca para ser comemorada.

 

No ano passado, por exemplo, o Atlético venceu apenas 13 partidas. A décima vitória foi conquistada na 32ª rodada. Em 2010, também foram 13 vitórias no campeonato e o décimo triunfo aconteceu na 31ª rodada. Nesses dois anos, o clube lutou contra o rebaixamento.

Mesmo em 2009, quando o Galo teve ótima arrancada no Brasileirão, a décima vitória não chegou tão rapidamente. Foi apenas na 23ª rodada.

 

 

 

 

 

SUPERESPORTES

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.