sexta-feira, 6 de Junho de 2014 05:39h

Galo confiante no pós Copa

O volante, Pierre projeta que o time do Atlético voltará em um nível bem mais elevado após a Copa do Mundo.

A chegada de reforços, a recuperação de atletas contundidos e o tempo para o técnico, Levir Culpi, treinar a equipe são os fatores positivos apontados pelo marcador. Os jogadores do Atlético estão de folga até o dia 11 deste mês.
O elenco treina até o dia 16 na Vila Olímpica, data do embarque para a China, onde fará três amistosos, contra Guizhou Renhe, Jiangsu Shuntian e Guangzhou Evergrande. “A folga vai servir para carregar a bateria, descansar e ficar um pouquinho com a família, porque logo em seguida a gente já volta firme e forte. Temos que aproveitar esse período para ajustar ainda mais a equipe, para o Levir trabalhar e aproveitar a chegada de novos reforços, como é o caso do Maicosuel. É um tempo (importante) para o pessoal que está no departamento médico possa se juntar a nós”, analisou o jogador.
O primeiro desafio de Pierre e de seus companheiros será a disputada da Recopa Sul-Americana diante do Lanús, da Argentina. O confronto inicial está marcado para 16 de julho, em Buenos Aires. A partida decisiva será no dia 23, em Belo Horizonte.
Além da Recopa, o Atlético tem como meta brigar pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro. O time terminou a fase antes da parada para o Mundial na oitava posição, com 14 pontos, perto do G-4. Pierre espera mais dificuldades no retorno do Brasileirão, já as outras equipes também terão tempo para treinar e contratar reforços. “A gente sabe que o negócio vai afunilar, as equipes estarão bem mais preparadas depois da Copa do Mundo. Então, a gente precisar estar em um nível alto e numa intensidade alta, para que a gente possa suportar a sequência de jogos pós Copa do Mundo”, ressaltou.
A paralisação para a Copa do Mundo chegou em uma boa hora para o Atlético. Com o departamento médico lotado, a comissão técnica alvinegra deverá ganhar até oito jogadores recuperados de lesão para a sequência do Campeonato Brasileiro, em julho. De olho também na decisão da Recopa Sul-Americana contra o Lanús, o técnico Levir Culpi poderá até fazer alterações no time que estava jogando e utilizar alguns atletas que estiverem em melhores condições físicas.
Quem puxa a lista é Ronaldinho Gaúcho. O craque se recuperou de um estiramento grau 1 no músculo posterior da coxa esquerda, sofrido no início de maio, e já treina na Vila Olímpica desde o começo desta semana para aprimorar a parte física. O camisa 10, inclusive, será a principal estrela do Galo na excursão à China para a disputa de três amistosos neste mês.
Afastado dos gramados desde o fim de maio, quando se machucou no empate com o Criciúma, em Ipatinga, pelo Campeonato Brasileiro, o zagueiro, Réver, se recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo e também trabalha de forma intensa para estar 100% na volta, em julho.
Há ainda outros seis jogadores na fisioterapia em fase final de recuperação. Dentre eles, o maior 'reforço' para o segundo semestre é o lateral-direito, Marcos Rocha, que sofreu um estiramento na região posterior da coxa direita. O camisa 2 está fora da equipe desde o início de maio e deverá voltar à posição de titular para a disputa da Recopa.
Os demais atletas que devem voltar um pouco mais para frente no Brasileiro, mas serão importantes para compor o grupo durante a competição, são os zagueiros, Emerson e Jemerson, o lateral-esquerdo, Pedro Botelho, o volante, Filipe Soutto e o atacante, Luan.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.