sexta-feira, 17 de Outubro de 2014 07:07h

Galo consegue vitória épica sobre o Corinthians

A classificação épica na Copa Brasil, conquistada após a goleada por 4 a 1 sobre o Corinthians, no Mineirão, teve peso de título para o técnico, Levir Culpi

O treinador destacou a participação da torcida e o empenho dos jogadores, que lutaram até o final incansavelmente. “São essas situações que me motivam. Estamos levando um troféu para casa que não vamos esquecer nunca. A torcida e todos os jogadores, mais uma vez, fizeram a diferença. São coisas que acontecem com Atlético”, frisou o treinador.
O comandante acha que o triunfo sobre o Corinthians pode causar impactos positivos na sequência da temporada. “O time pode se motivar, esse time pode ir longe, temos que procurar nos controlar, mas essa vitória nos dá sensação de segurança. Temos que destacar a torcida, a vibração deles, porque tem sido um combustível a mais.”
Levir Culpi também explicou como decidiu escalar o atacante, Diego Tardelli, desde o começo do confronto. Após ser titular em dois jogos seguidos da Seleção Brasileira, Tardelli viajou por mais de um dia inteiro e chegou ao Brasil cinco horas antes da partida. “Eu escalei o Tardelli pelo telefone. Eu estava na sala de palestra já sem o Tardelli, porque é muito longe, e ele deu 100% pela Seleção Brasileira, então é uma coisa meio que desumana. Minha ideia era trazer o Tardelli, e deixar ele no banco, mas aí você começa a ver as situações, é melhor começar com ele e sair quando estiver cansado? Ninguém tem essa resposta. E eu decidi, vai”, explicou o treinador.
Na terça-feira pela manhã, o atacante jogou 70 minutos pela Seleção Brasileira em Cingapura e chegou a Belo Horizonte no fim da tarde da quarta-feira. Foi para o jogo e, ao final do duelo, esqueceu do cansaço, comemorou a vaga e garantiu que o Galo estará na decisão do torneio. “Valeu cada minuto, cada hora de voo, pensando nesta partida, neste momento e sempre com o pensamento positivo. O cansaço ficou de lado, o mais importante foi a vitória, valorizar esse empenho que tivemos e, agora, se Deus quiser, vamos para a final”, avisou.
Como perdeu o jogo de ida por 2 a 0, a equipe precisava vencer por três gols de diferença. A missão, que parecia quase impossível, começou a virar pesadelo logo no início da partida, quando o Corinthians abriu o placar com Guerrero. Mas o Atlético correu atrás e com Guilherme, duas vezes, Luan e Edcarlos, virou o confronto levando ao delírio os mais de 32 mil torcedores que compareceram no Mineirão. “Vitória da superação, junto com a torcida, nos unimos e aqui é difícil ganhar da gente. Temos um time muito forte e hoje ficou provado novamente. Parabéns a todos”, declarou Tardelli.
Na semifinal, o Atlético enfrenta o Flamengo, que eliminou o América-RN ao vencer por 1 a 0, no Maracanã. O sorteio dos mandos de campo será nesta sexta-feira, às 14h, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.