quarta-feira, 18 de Março de 2015 12:14h

Galo encara o Independiente Santa Fé como o jogo da vida dele

O Atlético tem hoje a partida contra o Independiente Santa Fe, pela terceira rodada do grupo 1 da Copa Libertadores da América. O confronto é decisivo para o Galo

Com duas derrotas em duas partidas, o time de Levir Culpi ocupa a lanterna de sua chave, e uma derrota no Estádio El Campín praticamente decretará a precoce eliminação do campeão de 2013. Diante das circunstâncias, um empate também é visto como um péssimo negócio.

Para o goleiro Victor, que já lidou com inúmeros duelos de ‘vida ou morte’ desde sua chegada ao clube, o Atlético tem um elenco bastante calejado e que saberá lidar com a pressão do jogo. “Hoje o Atlético tem uma mescla interessante de jogadores experientes com jogadores jovens. Vejo que o Atlético apreendeu a conviver com essa situação decisiva, de jogos de alto nível de pressão. Tenho certeza que todos vão conseguir responder à altura a expectativa deste jogo”, comentou o camisa 1.

A confiança não é só dos jogadores. Após a partida contra a URT, no último domingo, a torcida alvinegra entoou o já histórico grito do ‘eu acredito’, mostrando que confia no poder de recuperação do time. “Até de forma surpreendente o torcedor puxou esse couro. Mostra que, assim como nós, o torcedor tem acreditado também que é possível a classificação. Vamos deixar a vida dentro de campo para que isso possa acontecer”, prometeu Victor.

Sobre o Santa Fe, líder do grupo A, com seis pontos, o goleiro teceu elogios, mas lembrou que o Galo precisa se impor, caso queira sair de campo com os três pontos. “A gente sabe que é um time que joga sempre com muita velocidade. Tem um armador muito inteligente, que não podemos deixar pensar. Mas também queremos nos preocupar em fazer nosso melhor jogo”, disse o jogador do Atlético.

A coisa não está nada boa para o lado do volante/lateral-esquerdo Lucas Cândido, que vive um novo drama. Após sofrer uma entorse no joelho esquerdo no treino da última sexta-feira, foi diagnosticado que o jogador rompeu o ligamento cruzado anterior e precisará passar por cirurgia. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, o atleta já deverá ser operado nesta quarta-feira pelo médico Rodrigo Lasmar.

A lesão atual não tem relação com a anterior, sofrida no joelho direito, em 19 de fevereiro do ano passado, em um jogo contra a URT. Na ocasião, Lucas Cândido rompeu o ligamento cruzado anterior, além de ter sofrido estiramento nos ligamentos colaterais e o rompimento de parte dos meniscos. A recuperação durou cerca de oito meses e o jogador perdeu toda a temporada, só voltando aos treinos no fim do ano.

Em 2015, Lucas Cândido voltou a entrar em campo após mais de um ano e foi o titular na lateral-esquerda na derrota por 1 a 0 para o Atlas-MEX, no Independência, pela Copa Libertadores, no dia 25 de fevereiro. O jogador também começou no time principal e marcou um gol na vitória por 2 a 0 sobre o Guarani, no Horto, pelo Campeonato Mineiro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.