quinta-feira, 10 de Abril de 2014 05:36h

GALO ENCARA ZAMORA COM MUITA SERIEDADE

Mesmo classificado antecipadamente para as oitavas de final, o Atlético encara com muita seriedade a partida desta quinta-feira, diante do Zamora-VEN, às 17h30, no Independência.

Mesmo classificado antecipadamente para as oitavas de final, o Atlético encara com muita seriedade a partida desta quinta-feira, diante do Zamora-VEN, às 17h30, no Independência, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Um triunfo garante o primeiro lugar de seu grupo ao alvinegro e, consequentemente, a vantagem de decidir seu futuro no torneio em casa pelo menos até a próxima fase.
Um dos protagonistas do Galo na conquista de 2013, o centroavante Jô sabe que qualquer vantagem não pode ser descartada em uma competição tão disputada como a Libertadores. “Claro que você não tem que ficar escolhendo adversário, mas sendo o primeiro, teoricamente, você pega o segundo colocado do grupo que vamos pegar. Não é o mais fraco, mas é uma equipe que fez uma campanha não tão boa. Ser primeiro no grupo é questão de honra, questão de saber que é muito importante”, analisou o camisa sete.
A boa atuação no clássico contra o Cruzeiro, na semana passada, aumenta a confiança de Jô, que vê o Galo em ascensão após um início de temporada pouco convincente. “A gente está classificado, mas não vamos deixar de lutar e manter um nível. Hoje eu vejo que o Atlético voltou a jogar bem, no fim de semana (contra o Cruzeiro) jogamos muito bem, tivemos boa posse de bola, tivemos chances de gol. É manter esse nível e a invencibilidade dentro de casa na Libertadores”, pediu o atacante.
Sobre o adversário desta quinta, o atleticano não se surpreende com a boa campanha do Zamora, que, após duas derrotas seguidas, se recuperou na competição e hoje ocupa o segundo lugar no Grupo 4. “Não existe hoje em dia adversário fácil, nem aquele velho bobo. Dentro de campo são onze contra onze, todo mundo correndo e se dedicando. O Zamora está mostrando que é uma equipe boa e difícil de ser batida. Eles vêm realmente para querer complicar, e temos que ter a concentração no máximo para não sermos surpreendidos”, analisou o centroavante.
Apresentado na tarde desta terça-feira, na Cidade do Galo, o lateral-esquerdo Emerson Conceição comemora a oportunidade de defender o Atlético. De acordo com o diretor de futebol Eduardo Maluf, o jogador assinou contrato por duas temporadas. “É um jogador que, já na época do Cuca, tentamos a contratação e, a partir de janeiro, existia a possibilidade de saída, mas o Rennes chegou perto da zona de rebaixamento e o treinador não abriu mão. Era uma posição carente e, em reunião com o Paulo (Autuori) e o presidente (Alexandre Kalil), fizemos a opção por esperar pela vinda de um jogador desse quilate, de nível internacional, acostumado a grandes conquistas. Ele vem com um contrato de dois anos, até abril de 2016″, informou Eduardo Maluf.
“O Atlético é o clube que tem a melhor estrutura do Brasil, grandes jogadores e estou muito contente. Agradeço a confiança da diretoria. É uma honra vestir a camisa do Atlético e espero fazer o meu melhor para ajudar a equipe do Galo, com muita humildade e muito trabalho”, disse Emerson. “Vim para ajudar e dar o meu máximo, estar à altura dos outros jogadores. Em termos de adaptação, não haverá problema. Estou bem fisicamente e bem preparado para ajudar a equipe do Galo”, disse o lateral.
Emerson afirmou que está preparado para o desafio de vestir a camisa alvinegra. “Cobrança faz parte do futebol e a gente tem que estar preparado. A torcida do Galo é fanática e está sempre com o time, apoiando. O Atlético está sempre brigando por títulos, é o atual campeão da Libertadores da América, então, temos que estar preparados para esses momentos”, disse. “Sei que a torcida gosta que o jogador tenha raça dentro de campo e isso não irá faltar. Vou dar o meu melhor para fazer uma boa temporada”, concluiu Emerson Conceição.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.