sexta-feira, 15 de Março de 2013 09:23h Luciano Eurides

Galo está classificado para a próxima fase da Libertadores

O técnico Cuca elogiou o empenho da equipe alvinegra na vitória por 2 a 1 sobre o The Strongest, na noite da última quarta-feira (13), em La Paz, na Bolívia. Segundo ele, foi um jogo de entrega total.
Para o treinador é muito difícil jogar na altitude. “E jogamos de igual para igual, criamos chances, poderíamos ter feito mais gols, também poderíamos ter sofrido gols, mas, no segundo tempo, nos posicionamos melhor”, disse Cuca. “Foi um jogo de raça, entrega, doação. Não é fácil, os jogadores foram bravos e tenho certeza que o torcedor está muito feliz com o time”, avaliou o treinador.
A classificação antecipada do Atlético às oitavas de final da Copa Libertadores foi bastante comemorada pelos jogadores “O objetivo era esse, passar de fase. Quatro partidas, quatro vitórias, altitude é complicado, vir aqui e conseguir a vitória é muito importante”, disse Ronaldinho, que agradeceu a recepção dos bolivianos. “Agradeço ao povo boliviano pelo carinho e espero continuar nesse ritmo, ajudando o Atlético”, disse o craque alvinegro.
O lateral-direito Marcos Rocha exaltou o espírito de luta da equipe. “Estamos tentando escrever a nossa história com o Atlético na Libertadores e, por isso, fazemos cada jogo como se fosse uma final”, disse Marcos Rocha.
O garoto Bernard destacou a união do grupo. “O nosso grupo está bastante unido e ciente da importância desses dois jogos que restam na primeira fase. A primeira meta foi cumprida, que era a classificação, agora vamos atrás do objetivo de conseguir o primeiro lugar geral. A Libertadores é uma competição curta e que não permite erros, então, estou otimista, mas sei que ainda não ganhamos nada”, comentou o jovem talento alvinegro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.