sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2013 04:37h Luciano Eurides

Galo estreia com vitória na Libertadores da América

Réver o melhor em campo no duelo de brasileiros dentro da Libertadores

Em noite de festa para a Massa Atleticana na Arena Independência, o Galo estreou de forma positiva na Copa Libertadores ao derrotar o São Paulo por 2 a 1, nesta quarta-feira, pela 1ª rodada do Grupo 3. Os gols alvinegros foram marcados por Jô e Réver, ambos após cruzamentos de Ronaldinho Gaúcho pelo lado direito do ataque. Na próxima rodada do torneio internacional, dia 26 de fevereiro, o adversário será o Arsenal, no estádio Julio Humberto Grondona, em Sarandi, na Argentina. Neste domingo, às 16h, o Atlético volta a campo para enfrentar o Araxá, na Arena Independência, pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro.
Ronaldinho Gaúcho em dois lances fez e que nenhum jogador normal faria. O Atlético teve opções, a bola aérea funcionou. No primeiro tempo o time mineiro dominou foram cinco chances de gols do Galo contra uma do São Paulo. No segundo tempo o São Paulo inverteu para sete chances tricolores contra uma do Galo. O Atlético teve Vitor que apareceu nos momentos decisivos.
Não era um jogo fácil, o São Paulo uma equipe qualificada e ao Atlético teve de se impor. Uma partida de poucas faltas, o time mineiro invertendo Tardelli e Bernard. Compacto, mas com Marcos Rocha chegando ao ataque e Junior César mais plantado, mesmo por Douglas caia por aquele setor. Tardelli não teve dificuldade em entrar no time e correspondeu as expectativas.
Jô abriu o placar, lateral batido para Ronaldinho Gaúcho que cruzou para o centro avante entrar com bola e tudo. Todos ficaram olhando para Junior César e não perceberam Ronaldinho que estava tomando água e sozinho fez o cruzamento para o primeiro gol atleticano na Libertadores.
No segundo tempo o São Paulo saiu para o jogo, deu liberdade para Oswaldo e abriu para nova jogada do Atlético, Ronaldinho Gaúcho novamente livre, de forma extraordinária cruzou para Réver que cabeceou para o capitão alvinegro de cabeça colocar a bola no canto direito de Rogério Ceni.
Uma equipe não consegue dominar 100% de um jogo tão difícil e o São Paulo buscou e conseguiu o gol. Depois de pressionar o time de Ney Franco chegou com Aloísio e diminuiu o marcador, eram 38 minutos do segundo tempo e então surgiu uma tabela com Luís Fabiano. Paulo Henrique Ganso, aos 47 teve a chance de empatar, mas a bola foi para fora.
Em termos gerais o jogo foi bom, o Galo vitorioso teve 46% de posse de bola contra 54% do Sãi Paulo, quem mais passes acertou foi Marcos Rocha (36). Na avaliação do técnico Cuca “Libertadores é assim, jogo tenso, mas o importante é você vencer. Vencemos uma equipe tradicionalíssima e muito difícil de ser batida, principalmente na Libertadores. Demos o primeiro dos seis passos que temos que dar nesta primeira fase”, comentou o treinador. “Foi um jogo bem jogado, contra uma grande equipe, um jogo nervoso, com muita correria e disposiçã0 das duas equipes, mas o time esteve muito bem e mereceu a vitória, em um grande jogo”, completou Cuca.
O treinador não confirmou equipe mista para enfrentar o Araxá. “Jogo importante, sentir dos jogadores quem está bem e se tiver de preservar iremos faze-lo. Temos de jogar o Mineiro para vencer. Iremos melhorar cada vez mais, estamos adaptados a Arena Independência onde a arquibancada fica em cima e isso é muito bom”, observou o treinador.
O técnico Ney Franco acredita que o São Paulo fez uma boa partida no Independência. Segundo o comandante são-paulino, o Tricolor teve boas chances no segundo tempo. "Durante todo o jogo, a nossa equipe ficou concentrada. Fizemos uma boa partida, merecíamos sair com o empate, principalmente com as chances criadas na etapa final", disse o treinador, durante entrevista coletiva após o confronto desta quarta.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.