quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2013 07:33h

Galo goleia na Argentina

Tardelli fez a comemoração característica do ídolo atleticano

Embalado pelos quase três mil atleticanos que marcaram presença no estádio Julio Grondona, na noite desta terça-feira, em Avellaneda, na Argentina, o Atlético assumiu a liderança isolada do Grupo 3 da Copa Bridgestone Libertadores ao golear o Arsenal de Sarandi por 5 a 2. Os gols do Galo foram marcados por Bernard (3), Diego Tardelli e Jô.
Com o triunfo na Grande Buenos Aires, o Atlético chegou a seis pontos no topo da tabela de classificação do Grupo 3, já que derrotou o São Paulo por 2 a 1 na estreia, em Belo Horizonte. Esta foi a primeira vez que uma equipe estrangeira fez cinco gols em um time argentino, na Argentina, pela Copa Libertadores. Também foi a primeira vez que um time estrangeiro fez três gols no primeiro tempo sobre uma equipe argentina, em território argentino, pela Libertadores.
Na próxima rodada do torneio continental, o Alvinegro enfrentará o The Strongest, no Independência, no dia 7 de março. Antes, o Galo entrará em campo pelo Campeonato Mineiro, às 16h do próximo domingo (3/3), para enfrentar o Guarani, de Divinópolis.
O jovem talento atleticano também se tornou o segundo jogador estrangeiro a fazer três gols em um time argentino, na Argentina, pela Copa Libertadores. O último atleta a realizar o feito havia sido o uruguaio Fernando Morena, pelo Peñarol, na Libertadores de 1974. “É um momento marcante, esse jogo vai ficar marcado para mim. Fazer três gols em um jogo importante como esse, ajudar a equipe a vencer. É um dia muito feliz para mim e para o time todo porque conquistamos a vitória fora de casa”, comentou Bernard.
A goleada foi comemorada pelo craque Ronaldinho Gaúcho, que teve participação na maioria dos gols. “A gente não esperava um jogo de tantos gols, mas estamos felizes porque a maioria deles foi da nossa parte. O time jogou bem e a gente espera continuar assim”, comentou o camisa 10 atleticano, que sofreu o pênalti cobrado por ele mesmo no travessão. “Fico muito feliz quando as coisas saem bem na minha função. Participei da maioria dos gols, criando as jogadas, e isso me motiva a continuar bem”, acrescentou.
Ronaldinho concluiu dedicando a vitória á Massa Atleticana. “É um presente para aqueles que vieram aqui, para aqueles que ficaram em BH torcendo.O torcedor estava esperando há muito tempo para participar dessa competição e ver a equipe jogando bem, dentro e fora de casa. Isso dá uma alegria grande para a torcida e é bom que, a cada vitória assim, o estádio fica mais cheio”.
“É muito bom vir aqui e vencer da forma que a gente venceu”, afirmou o técnico cuca sobre a goleada pela Copa Bridgestone Libertadores da América. O treinador atleticano observou que a equipe argentina valorizou o triunfo alvinegro. “Com um minuto de jogo, você tomar o gol em uma bola que trabalhamos tanto é complicado, mas eles foram felizes e fizeram o gol. Fica perigoso porque, se encaixa uma segunda bola e faz o segundo gol, arrisca você a tomar a goleada. Trabalhamos a bola, empatamos com o Bernard em um passe do Ronaldinho e tomamos conta jogo, com jogadas rápidas. Aí, tomamos um gol que não estava nos planos e o jogo se tornou perigoso de novo”, analisou Cuca. “No segundo tempo, equilibramos melhor a equipe, aconteceram as jogadas de contra-ataque e fizemos mais dois gols. Ainda tivemos o pênalti e o lance do Luan que o zagueiro tirou de cabeça em cima da linha”, acrescentou o técnico.
Segundo o comandante da equipe alvinegra, o time conseguiu dar um grande presente aos torcedores que estiveram na Argentina, com gols bonitos, em jogadas trabalhadas na base da velocidade. “Foi uma grande vitória e a gente fica muito feliz por ter retribuído o apoio da torcida. Quero agradecer à torcida, que compareceu em grande número, e acho que, com isso, a gente passa uma mensagem muito positiva”, destacou. “Sei que foi a primeira vez que um time brasileiro faz cinco gols em um time argentino, aqui na Argentina, pela Libertadores, mas temos que degustar com calma e sabedoria porque a gente não pode se empolgar”, concluiu Cuca.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.