quarta-feira, 4 de Setembro de 2013 05:27h

Galo não abre mão da disputa do Campeonato Brasileiro

A distância para os primeiros colocados é grande, mas o goleiro Victor assegura que o Atlético ainda leva o Campeonato Brasileiro muito a sério. Na opinião do camisa 1, independentemente da diferença para o atual líder, Cruzeiro, que hoje é de 14 pontos,

A distância para os primeiros colocados é grande, mas o goleiro Victor assegura que o Atlético ainda leva o Campeonato Brasileiro muito a sério. Na opinião do camisa 1, independentemente da diferença para o atual líder, Cruzeiro, que hoje é de 14 pontos, o alvinegro precisa reencontrar seu melhor futebol antes do término da competição.

 


A preocupação do jogador se justifica. O Atlético disputará o Mundial de clubes em dezembro, no Marrocos, e precisa de uma boa sequência de vitórias e de atuações convincentes no Brasileirão para chegar bem ao torneio da Fifa, em condições de tentar fazer frente ao poderoso Bayern de Munique. “Não estamos abrindo mão de nada. Acho que a gente tem que jogar jogo a jogo, viver jogo a jogo. Claro que é uma pontuação grande que nos separa do líder, mas não podemos pensar dessa forma. Se você pensa assim, acaba acomodando e as coisas não acontecem da melhor forma. Mundial é outra história. Muito do que a gente fizer no Mundial será reflexo daquilo que fizermos no Brasileiro. Então, é seguir trabalhando para evoluir no Brasileiro”, explicou Victor.

 


Nesta quarta-feira, o Galo enfrenta o Fluminense, no Independência, em busca da sexta vitória na competição. Apesar da péssima fase vivida pelo atual campeão brasileiro, Victor acha que o alvinegro precisa se preocupar mais em suas virtudes que nos problemas do rival. “A gente tem que explorar aquilo que temos de melhor. Apesar de todos os problemas que o Fluminense tem enfrentado, é uma equipe que possui um bom elenco, um treinador vitorioso, que sabe mexer com a emoção e a motivação dos jogadores. Então, ele vai estar motivando, falando, querendo buscar situações para nos surpreender”, alertou o jogador.

 


No ano passado, as duas equipes foram protagonistas do Nacional e disputaram, também no Horto, aquele que foi considerado o melhor jogo da competição, que terminou com vitória do Atlético por 3 a 2. Apesar de o momento dos rivais ser bem diferente do vivido em 2012, Victor acha que a relevância do confronto é a mesma. “É diferente, mas não menos importante. Cada jogo no Brasileiro tem sua importância, cada ponto conquistado faz diferença lá na frente. Temos que entrar em campo conscientes de que é um jogo super importante para nossa evolução na tabela”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.