sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2015 10:07h

Galo perde mais uma e tem pela frente o Guarani de Divinópolis

Em partida válida pela segunda rodada do Grupo 1 da Copa Bridgestone Libertadores da América, o Atlético pressionou o Atlas (MÉX), mas sofreu um gol no final e perdeu por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena Independência

Na próxima rodada da competição continental, o adversário será o Independiente Santa Fé, dia 18 de março, no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia. No domingo, o Galo volta à Arena Independência para enfrentar o Guarani, de Divinópolis, pelo Campeonato Mineiro.
Superado nos dois jogos que disputou no torneio continental, o Atlético é o lanterna da sua chave, ainda sem ter somado pontos, sob grande risco de não avançar às oitavas de final. "Todos estão tristes agora. Lá dentro parecia velório. E uma derrota que ninguém esperava", disse.
Diante do Atlas, o Atlético voltou a sofrer com os vários desfalques por lesão – Marcos Rocha, Douglas Santos, Pedro Botelho, Guilherme, Jô e Lucas Pratto ficaram fora do jogo, lesionados – e ainda perdeu Leonardo Silva durante o duelo. Além disso, o time não demonstrou poder de reação após sofrer o gol do Atlas, marcado por Christian Suárez, aos 41 minutos do segundo tempo.
Levir, porém, evitou culpar o aspecto físico pelo momento ruim da equipe, defendendo o trabalho do preparador Rodolfo Mehl, que substituiu Carlinhos Neves no início deste ano. "O procedimento na parte física é igual ao do ano passado, não mudou. Acontece que estamos começando a temporada, esse é o problema. Alguns jogadores estão se adaptando", disse.
Com tantos desfalques por contusão neste início de temporada, o Atlético sofreu mais uma baixa para os próximos jogos. Desta vez foi o zagueiro Leonardo Silva, que fraturou o terceiro dedo da mão esquerda e teve que ser substituído.
O capitão atleticano sofreu a lesão no fim do primeiro tempo, após se enroscar com o zagueiro Kannemann. Leonardo Silva caiu no gramado sentindo muitas dores e, apesar do sofrimento, queria continuar na partida, mas foi impedido pelo médico Rodrigo Lasmar. Agora, o defensor terá que ser submetido a uma intervenção cirúrgica para a colocação de um pino no local.
Como o Atlético não informa o tempo de recuperação dos atletas que se lesionam, é impossível determinar quando Leonardo Silva terá condições de voltar a atuar. Certo é que o zagueiro será mais um desfalque nos próximos compromissos do time.
Léo Silva se junta a outros seis jogadores que já estão no departamento médico: Lucas Pratto, Jô, Marcos Rocha, Pedro Botelho, Guilherme e Giovanni Augusto. Já Douglas Santos e Eron iniciaram a transição para a parte física e devem estar à disposição nos próximos dias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.