sexta-feira, 16 de Março de 2012 19:30h Atualizado em 17 de Março de 2012 às 10:25h. Luciano Eurides

Galo quer manter o 100% de aproveitamento

Motivado pela classificação direta para a segunda fase da Copa do Brasil, alcançada com a vitória por 3 a 1 sobre o Cene, em Dourados-MS, o elenco atleticano se reapresentou na tarde desta sexta-feira, na Cidade do Galo.
As atividades desta sexta-feira deram início à preparação para o clássico de domingo, contra o Villa Nova, em Nova Lima. A partida acontecerá às 16h, no estádio Castor Cifuentes.
Neste sábado, às 9h30, o técnico cuca comandará o último treinamento antes do confronto, que será válido pela 7ª rodada do Campeonato Mineiro.
O técnico Cuca aposta na força da torcida para que o Atlético vença o Leão do Bonfim, e se mantenha na liderança isolada do Mineiro. Classificando a partida como decisiva, o treinador afirma que conhece as dificuldades de se atuar no estádio Castor Cifuentes, mas acredita na força do Galo e da torcida alvinegra. “A gente sabe da dificuldade que se tem em jogar lá, da força que vem da torcida. É um campo acanhado, a torcida fica em cima, mas, por outro lado, vamos ter a nossa torcida presente também, o que é um ponto fundamental para a gente poder vencer mais uma”, afirmou Cuca, que elogia Mauro Fernandes, que assumiu o comando do Leão do Bonfim na rodada passada. “Eles têm um grande treinador, o Mauro é um grande treinador. Vi o jogo do Villa com o Cruzeiro e eles perderam gols incríveis, senão poderiam ter tido melhor sorte. É jogo decisivo e temos que fazer de tudo para vencer mais uma neste domingo”, disse.
O 234º capítulo deste duelo terá dois times lutando por objetivos opostos. O Galo quer se manter invicto no ano. O time alvinegro tem 18 pontos em seis partidas e vai para o Castor Cifuentes em busca do 7º triunfo. Já o Villa quer a sua terceira vitória na competição. A equipe de Nova Lima tem sete pontos e com um bom resultado no jogo deste domingo pode entrar na zona de classificação para as semifinais.
Quem está de volta à equipe pelo estadual é o volante Pierre, que havia cumprido suspensão contra o Nacional. As outras novidades são Leandro Donizete e Rafael Marques, que não entraram em campo contra o Cene-MS, pela Copa do Brasil, devido à pancadas que levaram na partida contra o time de Nova Serrana.
De acordo com Mancini, o time atleticano espera uma jogo complicado, principalmente por causa do estádio, conhecido por ter um gramado de baixa qualidade e ser casa de uma torcida fanática. “O jogo é mais uma pedreira. O Castor Cifuentes é um estádio difícil. O gramado de lá não é tão bom. O Villa é um time muito bem organizado, mas o Atlético está 100% no ano. Só precisamos melhorar em alguns aspectos e estudar bem a equipe adversária para entrar com tudo no domingo”, declarou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.