quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012 09:13h Atualizado em 9 de Fevereiro de 2012 às 10:46h.

Galo se prepara para enfrentar a Caldense

Um treino técnico de posse de bola abriu os trabalhos de ontem na Cidade do Galo. Isto em mais uma etapa da preparação para o jogo contra a Caldense, às 17h deste domingo, em Sete Lagoas, pela 3ª rodada do Campeonato Mineiro.
O trabalho teve a aprovação da grande revelação atleticana. “Foi uma situação mais de posse de bola. Ele estava procurando trabalhar parte tática de se aproxima, ter compactação, marcação. Então, nesse trabalho de posse de bola, ele procurou trabalhar um pouco de tudo. Isso é importante para nós porque tem campos pequenos e, quanto mais compactado e mais perto, melhor as jogadas vão sair”, comenta o  meia Bernard.
O atacante Danilinho, que se recupera de uma pancada no tornozelo esquerdo, e o zagueiro Réver, com dores na coxa direita, permanecem em tratamento e não preocupam para sábado.Recuperado de um estiramento na coxa direita, e o volante Dudu Cearense participou normalmente do treino.
O meia Mancini aproveitou a entrevista coletiva na Cidade do Galo, nesta terça-feira, para desabafar. De acordo com o jogador, muitos o criticaram sobre a respeito de seu futebol. Ainda de acordo com o atleta, no Brasil existe uma mentalidade diferente da Europa, pois aqui o atleta que tem mais de 30 anos precisa comprovar, sempre, que ainda consegue jogar futebol. “Eu larguei atrás de todo mundo, procurando meu espaço. Escutei muitos comentários como 'o Mancini acabou, tem que deixar o futebol'. No Brasil é assim, se você passa dos trinta anos está em fim de carreira. Essa é a diferença daqui para a Europa. Se você tem mais de trinta tem que provar que ainda tem uma boa performance. Isso deveria acabar. Procuro fazer o meu melhor. 2012 será um ano brilhante”, declarou.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.