terça-feira, 10 de Janeiro de 2012 10:20h Luciano Eurides

Galo se reapresenta com protesto de torcedores

A temporada 2012 começou oficialmente para o elenco do Atlético com manifestação na entrada da Cidade do Galo. Cerca de 80 torcedores, de acordo com a Polícia Militar, protestaram contra os fracassos do time nos últimos anos e exigiram títulos em 2012.
As faixas e gritos diziam “Não é mole, não. Chegou a hora de gritar é campeão”, gritavam, além de “Ou joga por amor ou joga por terror” e “Acabou a paz, o CT vai virar o inferno.” A goleada de 6 a 1 para o arquirrival Cruzeiro, na rodada final do Campeonato Brasileiro passado, não foi esquecida pelo torcedores. “Os caras não deram sangue e ficaram andando em campo. Agora é ano novo, queremos raça nova. O torcedor não é bobo. A gente faz de tudo pelo time, tem que ter raça. Eles têm que dar raça e sangue também”, disse o torcedor que se identificou como Iran. O protesto foi promovido pela maior torcida organizada do Atlético. Aproximadamente 50 policiais militares garantiram a segurança do local.
A diretoria do Atlético anunciou a terceira contratação da equipe para a temporada 2012 no mesmo dia em que o grupo se reapresenta na Cidade do Galo ao técnico Cuca. Nesta segunda-feira, o clube oficializou a chegada do meia argentino Damián Escudero (foto), que disputou o último Campeonato Brasileiro pelo Grêmio.
Escudero pertence ao Boca Juniors e foi emprestado até o final de 2012 por valor não revelado. Antes da passagem em 2011 pelo futebol gaúcho, onde marcou quatro gols em 31 partidas disputadas, o meia, de 24 anos, passou por Vélez Sarsfield, da Argentina, onde iniciou a sua carreira, e Villarreal e Valladolid, ambos da Espanha.
Antes da contratação de Escudero, o Atlético já havia se reforçado para a temporada 2012 com o atacante Danilinho, que estava no futebol mexicano, e o volante Leandro Donizete, que estava no Coritiba.
A contratação de Escudero pelo Atlético deverá compensar a provável saída de Daniel Carvalho, que deve ser envolvido na negociação com o Palmeiras para manter o volante Pierre no clube.
No Atlético, Escudero deverá ter a concorrência dos meias Jackson, em fase final de recuperação de grave lesão sofrida em 2011, Bernard, que terminou a última temporada como titular, Mancini e Wendel.
O Atlético acertou a permanência do volante Pierre por mais três temporadas. A negociação com o Palmeiras envolveu a ida do meia Daniel Carvalho para o time paulista. Pierre chegou ao Galo em agosto do ano passado, deu força ao meio-campo e foi peça importante na reta final do Campeonato Brasileiro, conquistando rapidamente a confiança da Massa Atleticana.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.