quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012 09:13h Atualizado em 16 de Fevereiro de 2012 às 10:24h.

Galo segue firme e sem Carnaval

Visando ao jogo contra o Guarani, no próximo dia 26, em Divinópolis, o grupo atleticano treinou em dois períodos nesta quarta-feira. Pela manhã, os jogadores realizaram atividades físicas na academia e no campo.
Já no treino da tarde, Cuca comandou um trabalho técnico de movimentação e posse de bola.O atacante Danilinho, o lateral-direito Carlos César, o zagueiro Leonardo Silva e o meia Jackson fizeram trabalho físico à parte no campo um.Nesta quinta-feira, o treino será às 16h.
Para os jogadores do Atlético, o feriado significa uma oportunidade para corrigir os erros dos três primeiros jogos do time pelo Campeonato Mineiro. De acordo com o zagueiro Rafael Marques, fica complicado achar um tempo na pré-temporada para discutir os defeitos da equipe. Por isso, o elenco vai usar o tempo extra no carnaval para estudar o que precisa ser feito para corrigir alguns problemas no time. “Acho que é uma situação importante. Com essa parada a gente vai poder ver os três jogos que já fizemos até aqui e ver o que nós erramos. Quando você está treinando na pré-temporada, é mais difícil achar os erros. Eu tenho certeza que o Cuca analisou bastante esses três jogos e vai usar essas duas semanas que temos pela frente para corrigir esses erros para que nos próximos jogos eles não voltem a acontecer”. observou.
O beque ainda lembrou que o time terá a tranquilidade de um líder para pensar no que precisa ser melhorado. Segundo o atleta, se o time não estivesse tão bem, o elenco não teria a concentração necessária para pensar nos erros cometidos nos três primeiros jogos. Além disso, com os 100% de aproveitamento, a pressão sobre o plantel diminuiu consideravelmente. “Nós sabemos que teríamos essa paralisação no campeonato e que também teríamos três jogos complicados. Nós trabalhamos para conseguir os resultados e graças a Deus nós conseguimos e agora teremos duas semanas para trabalhar e nada melhor do que você ter um tempo para trabalhar depois de vitórias. Se tivéssemos obtido resultados adversos a pressão seria muito maior. Agora é ter tranquilidade para corrigir esses erros para quando voltarmos a gente conseguir atuar em melhores condições”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.