sábado, 17 de Maio de 2014 05:18h

Galo só volta a jogar na capital mineira depois da Copa

Após um início ruim no Campeonato Brasileiro, o Atlético conseguiu uma vitória na última rodada, no clássico contra o Cruzeiro, deixou a zona de rebaixamento e agora deseja dar continuidade na ascensão na tabela.

Até a parada para a Copa do Mundo o time alvinegro terá cinco jogos, sendo três fora de casa e dois como mandante, mas irá atuar longe de Belo Horizonte, já que o estádio Independência será cedido à Fifa para ser usado como centro de treinamento das seleções durante o Mundial.
Sem o 'caldeirão do Horto', o Galo terá que melhorar o desempenho longe da capital se quiser pontuar o máximo possível neste primeiro instante da competição. Assim como aconteceu nos dois últimos anos, em 2014, a forma do time jogar no Independência é completamente diferente das atuações em outros estádios, mesmo na fase instável que a equipe atravessa. “Vamos atuar em casa, mas não em Belo Horizonte. Temos que fazer disso uma superação para quando formos jogar fora de casa e a gente possa conseguir grandes resultados independente de onde for”, afirmou o zagueiro Leonardo Silva.
Em 27 jogos nesta temporada, o Atlético fez 15 partidas no Independência, venceu oito, empatou cinco e perdeu duas vezes – com 64,4% de aproveitamento. Já fora do estádio, o time disputou 12 duelos, com quatro vitórias, cinco empates e três derrotas – o desempenho despencou para 47,2%.
Depois da eliminação na Copa Libertadores o time precisará superar as dificuldades que enfrenta quando joga fora do 'caldeirão' para não chegar ao término da nona rodada longe dos primeiros colocados do Brasileirão. “É procurar vencer os jogos, pontuar o máximo possível nesses jogos que restam para que a gente possa chegar ao G-4 o mais rápido. Com a parada para a Copa, tentar recuperar os jogadores para, depois, ter vários atletas à disposição, o que fica mais fácil para montar a equipe”, ressaltou Léo Silva referindo-se aos onze desfalques que a equipe possui atualmente, sendo que alguns deles só retornarão após o Mundial.
No estádio Ipatingão, onde o time alvinegro mandará as partidas contra Criciúma (dia 25) e Fluminense (dia 28), o Atlético costuma regular e tem números próximos ao Independência. Na história, a equipe disputou 33 jogos no Vale do Aço, venceu 17, empatou oito e sofreu oito derrotas, um aproveitamento de 59,5% dos pontos.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.