quinta-feira, 25 de Agosto de 2011 11:19h Luciano Eurides

Galo vai juntar os cacos para o clássico

O Atlético Mineiro perdeu mais uma partida, essa pela Copa Sul-Americana. Em situação complicada no Brasileirão, eliminado da competição internacional, ao perder para o Botafogo por 1x0, atletas contundidos, o clássico pode ser uma grande oportunidade para a reação atleticana.
O Galo saiu precocemente da Copa do Brasil e da Sul-Americana. Não há mais jogos intermediários, segue no Brasileirão e na zona de rebaixamento. Neto Berola será reavaliado. André sente dores no tornozelo e não está vetado para o jogo de domingo. Dudu Cearense saiu do jogo sentindo dores.  A maré está tão ruim que Mancini também saiu acusando um problema físico.
O crescimento e empenho demonstrados pela equipe na última atuação motivam o técnico Cuca para o clássico deste domingo, contra o Cruzeiro, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, a última do primeiro turno. A partida acontecerá às 18h deste domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.
De acordo com o treinador, a postura apresentada no último confronto, pela Copa Sul-Americana, é o caminho para que o Galo busque a reação no Brasileiro. Segundo ele, o apoio da Massa será fundamental no clássico. “Tenho que valorizar o bom futebol que o Atlético jogou e pegar esse jogo como parâmetro para seguir assim. Acho que o que o torcedor viu hoje, dá uma esperança boa de dias melhores. A gente sabe o que é o clássico, o peso que tem. Temos uma chance de vencer domingo e essa chance é o torcedor do nosso lado”, afirmou o treinador. “Se o torcedor ficar do nosso lado, a gente vai ter uma chance boa porque o pessoal vai dar a vida para sair dessa situação. Eles já deram mostras hoje que todo mundo quer. A gente se compromete a dar o máximo e ter a ajuda deles para que as coisas possam sair menos difíceis”, acrescentou Cuca.
O jogador Mancini concorda que o time foi bem. “Sim e o Botafogo da mesma forma, a situação já é difícil e temos de nos preparar para o clássico e vamos focar no Brasileirão”, declarou.
O meia Daniel Carvalho disse que faltou gol. “Tivemos oportunidades, mas a fase que o Atlético está não é fácil. Só um clássico para nós conseguirmos uma arrancada. Costumamos dizer que clássico é a parte do Brasileirão e faremos bonito para o torcedor”, falou.
O atacante Guilherme, ex-Cruzeiro disse que o clássico tem um sabor especial. “O momento é de trabalhar. A equipe melhorou, se tivéssemos dado um pouco mais que demos hoje poderíamos sair com a vitória e vamos conseguir ela sobre qualquer adversário que vier pela frente, se é o clássico, melhor”, considerou.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.