domingo, 12 de Agosto de 2012 18:05h Gazeta do Oeste

Galo vence o Vasco e segue na liderança

Além de manter a liderança, o Atlético agora aumenta a sua “gordura” na tabela do Campeonato Brasileiro e melhora a sua condição ante os concorrentes ao título

Além de manter a liderança, o Atlético agora aumenta a sua “gordura” na tabela do Campeonato Brasileiro e melhora a sua condição ante os concorrentes ao título. Neste domingo, a equipe de Cuca bateu o Vasco por 1 a 0, no Independência. O gol foi anotado por Jô, no segundo tempo.

 

Na quarta-feira, o Galo encara o Atlético-GO fora de casa, às 20h30. O Vasco tenta se reabilitar contra o Coritiba, em casa, na quinta-feira.

 

Primeiro tempo: muitas chances, nenhum gol

 

O sistema ofensivo do Atlético funcionou na criação de jogadas, na etapa inicial. Mas a equipe de Cuca não conseguiu furar o bloqueio vascaíno.

 

Desde os minutos iniciais, o Galo já se mostrava insinuante para abrir o placar. Jô perdeu um lance no canto direito da área, quando bateu com a perna direita para fora. Aos 18 minutos, Bernard recebeu passe longo e caminhava para o gol vascaíno. Na disputa de bola, caiu e pediu pênalti, não marcado pela arbitragem.

 

Aos 29, Pierre fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Jô, que não alcançou. Logo depois, o Vasco teve uma oportunidade com Carlos Alberto, que fintou dois na área e finalizou com força. Réver se jogou em cima da bola e salvou.

 

O Galo teve outra oportunidade aos 38 minutos. Guilherme cruzou, Junior César ajeitou de cabeça para Jô. Mas Fernando Prass foi ágil e, com uma manchete, mandou para escanteio. Na cobrança, Leonardo Silva cabeceou, o camisa 1 vascaíno defendeu e, no rebote, Jô marcou. Mas a arbitragem assinalou impedimento que existiu. Aos 46, Bernard também teve boa chance, mas a defesa vascaína se safou.

 

Segundo tempo: Ronaldinho desequilibra

 

Ronaldinho Gaúcho foi o responsável pelos melhores momentos do Atlético na etapa final. O meia-atacante apareceu em cobranças de falta e passes para os companheiros.

 

Mas o Vasco assustou aos aos 11 minutos. Juninho Pernambucano cobrou falta cruzada na área e Alecsandro não foi feliz na finalização. Mas o Atlético era melhor em campo.

 

Aos 24 minutos, Jô abriu o placar. Ronaldinho driblou Auremir na ponta esquerda e cruzou para o centro da área. Fernando Prass deu um tapa na bola, mas o atacante alvinegro aproveitou a sobra e fez a festa da torcida.

 

Pouco tempo depois, Ronaldinho quase deixou o seu gol. Ele cobrou falta com força, no canto da meta vascaína. Mas Fernando Prass fez ótima defesa.

 

O Vasco tentou incomodar nas bolas paradas de Juninho e Fillipe Bastos, mas não conseguiu o empate. A defesa alvinegra, melhor do campeonato, mostrou consistência.

 

ATLÉTICO 1 X 0 VASCO

 

Atlético: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior César; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho (Richarlyson) e Bernard (Serginho); Guilherme (Escudero) e Jô
Técnico: Cuca

 

Vasco: Fernando Prass; Auremir, Douglas, Dedé e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho e Carlos Alberto (Fellipe Bastos); Eder Luis (Tenorio) e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges

 

Gol: Jô (ATL, 24min/2ºT)
Cartões amarelos: Tenorio, Juninho Pernambucano (VAS), Jô, Leonardo Silva, Escudero (ATL)
Cartão vermelho: Não houve
Público: 19.650 pagantes

 

Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 12 de agosto de 2012, domingo, às 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Van Gasse (Fifa-SP) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP)

 

 

 

 

SUPERESPORTES

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.