sábado, 24 de Novembro de 2012 05:04h Gazeta do Oeste

Gilvan recua, não garante Marcelo Oliveira e diz que quer 'treinador de ponta'

Nove dias depois de ratificar o acordo verbal com Marcelo Oliveira para comandar o Cruzeiro em 2013, o presidente Gilvan de Pinho Tavares mudou o discurso e revelou que não há definição sobre o futuro treinador da equipe. Na última semana, o mandatário havia bancado Marcelo, mesmo diante da ampla rejeição da torcida, mas tinha deixado o técnico à vontade para desistir, caso se sentisse muito pressionado.

Agora, Gilvan já admite não contratar Marcelo. “O Marcelo Oliveira ainda não está totalmente definido e decidido. Neste princípio de semana, vamos tentar agendar um encontro. Ele está resolvendo problemas particulares. Vamos acabar de definir isso, se vai ser ou não, o que pode acontecer em relação a treinador do Cruzeiro. Ainda não tem nada definido”, disse Gilvan, em entrevista à Rádio Itatiaia.

O presidente ainda revelou que quer trazer um treinador de ponta para o clube. “Vamos continuar pensando em treinador. Tem de ser treinador de ponta, treinador bom, porque queremos fazer um grande time para, em 2013, dar alegria à torcida do Cruzeiro”.

Gilvan não falou em nomes, apenas descartou a possibilidade de Luiz Felipe Scolari voltar à Toca da Raposa II. “Já conversei com o Felipão há mais tempo. Felipão quer mais agora ser treinador de seleção. Não estou dizendo que ele está querendo tomar o cargo do treinador da Seleção Brasileira. Pelo contrário. Ele falou que já foi treinador de Seleção Brasileira, foi campeão mundial, mas quer descansar de clube do Brasil. Se tivesse algum convite para dirigir alguma seleção estrangeira, ele aceitaria. Agora ele quer descansar”.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.